A MOBILIDADE URBANA COMO DIREITO A CIDADE: PRINCÍPIOS DE DESLOCAMENTOS

CHAMADA: 548-827

Status
Chamada Aberta
Livro

A MOBILIDADE URBANA COMO DIREITO A CIDADE: PRINCÍPIOS DE DESLOCAMENTOS

Volume

1

Submissão até

30/04/2024

Publicação em

30/05/2024

Taxa de Publicação de Artigo (APC)

R$ 197,00

Submeta o seu artigo ou revisão para ser publicado em formato de capítulo de livro com:

  • ISBN
  • DOI individual por capítulo
  • Avaliação e revisão orientada
  • Reembolso garantido para trabalhos não aceitos
  • Carta de aceite
  • Certificado de publicação
  • Página de divulgação do capítulo
Formato de publicação

Acesso Aberto: download e acesso direto para a página do livro e do capítulo.

Organizadores:
Ementa:

A partir dos movimentos urbanos, o direito à cidade emergiu como resultado de lutas sociais e passou a integrar os direitos humanos, essencial para garantir uma melhor qualidade de vida nas áreas urbanas. Este conceito foi oficializado em documentos de instâncias internacionais, como a Conferência Habitat III das Nações Unidas, e incorporado aos ordenamentos jurídicos nacionais, como o Estatuto da Cidade no Brasil. O direito à cidade abrange aspectos, já consagrados na Constituição Federal, como saúde, transporte, moradia, educação, entre outros. No que diz respeito ao transporte, ele está intrinsecamente ligado às condições de funcionamento das redes de mobilidade urbana, as quais, por sua vez, dependem das ações de planejamento e gestão dos territórios. A mobilidade urbana se tornou o epicentro das discussões relacionadas ao planejamento urbano brasileiro devido ao agravamento das condições de deslocamento. Portanto, discutir o papel da mobilidade como uma ferramenta do direito à cidade é crucial para a vida urbana e para garantir que as cidades sejam lugares mais inclusivos e sustentáveis para todos os seus habitantes.

Área do conhecimento:
- Planejamento urbano;
- Direito a Cidade;
- Mobilidade Urbana;
- Transportes.

Áreas temáticas:
-  Planejamento urbano;
- Qualidade ambiental;
- Gestão pública;
- Políticas públicas;
- Planejamento de transporte;
- Mobilidade Urbana;
- Acessibilidade Urbana.

Normas

Aceitamos diferentes tipos de artigos para publicação no formato de capítulo de livro. Acesse a página de normas e verifique a estrutura e limites do tipo de artigo que você deseja publicar.

Para trabalhos que já foram apresentados em eventos e revistas ainda assim é necessário normalizá-los. Não esqueça de inluir na submissão o PDF já publicado para podermos atribuir o crédito da publicação original.

Submeter um artigo ou revisão

Seu trabalho já está pronto e normalizado? Então clique abaixo para submeter.

Reservar um capítulo

Os capítulos são limitados e a chamada poderá ser encerrada antes do prazo. Caso seu texto ainda não esteja pronto, sugerimos efetuar a reserva do capítulo para garantir sua vaga.

...

Quer saber como funciona?

1. Submissão

Submeta o seu artigo ou revisão, inédito ou já apresentado em anais e/ou congressos, para ser publicado agora no formato de Capítulo Livro. O livro será publicado no formato E-Book (Livro Digital) com registro ISBN (International Standard Book), Ficha Catalográfica, Conselho Editorial, Índice Remissivo e todos os requerimentos necessários para obtenção de uma maior avaliação Qualis Livro.

2. Avaliação e Orientação

Seu trabalho será avaliado e orientado pelos organizadores do livro (professores, mestres e/ou doutores das mais diversas áreas do conhecimento).

3. Publicação

Após aprovado, o seu trabalho será publicado com um DOI individual e um Certificado de Publicação na data agendada.

E ainda, antes da publicação você receberá a Carta de Aceite.

...

Quais são as vantagens?

1. Qualificação do Currículo

Publicar um artigo ou revisão no formato de Capítulo de Livro é a melhor opção para qualificar o seu currículo acadêmico e obter maiores pontuações em seleções para mestrado, doutorado, seletivo para cargos de docências e até mesmo diferencial para concursos em cargos de instituições privadas. Com um DOI individual a publicação poderá ser adicionada ao seu Lattes o que irá garantir a originalidade da publicação.

2. Horas em Atividades Complementares

As Atividades Complementares* se apresentam como práticas acadêmicas obrigatórias para todo aluno, não permitem dispensa e podem ser desenvolvidas sob múltiplas formas e inslusive com a publicação de artigos em formato de capítulo em livros que sejam coordernados por um professor e/ou Conselho Editorial.

*Verifique o manual de orientações da sua IES.
3. Substituição do TCC

Algumas IES* podem escolher adaptar seu currículo, exigindo a produção de algum outro tipo de trabalho final. Por exemplo: o TCC pode ser substituído pela elaboração de um artigo publicado no formato de Capítulo de Livro, ou até mesmo um Livro Digital desde que as atividades sejam coordenadas por professores e com certificação de avaliação.

*Consulte as regras da sua IES.
...

Quer saber como funciona?

1. Submissão

Submeta o seu artigo ou revisão, inédito ou já apresentado em anais e/ou congressos, para ser publicado agora no formato de Capítulo Livro. O livro será publicado no formato E-Book (Livro Digital) com registro ISBN (International Standard Book), Ficha Catalográfica, Conselho Editorial, Índice Remissivo e todos os requerimentos necessários para obtenção de uma maior avaliação Qualis Livro.

2. Avaliação e Orientação

Seu trabalho será avaliado e orientado pelos organizadores do livro (professores, mestres e/ou doutores das mais diversas áreas do conhecimento).

3. Publicação

Após aprovado, o seu trabalho será publicado com um DOI individual e um Certificado de Publicação na data agendada.

E ainda, antes da publicação você receberá a Carta de Aceite.

...

Quais são as vantagens?

1. Qualificação do Currículo

Publicar um artigo ou revisão no formato de Capítulo de Livro é a melhor opção para qualificar o seu currículo acadêmico e obter maiores pontuações em seleções para mestrado, doutorado, seletivo para cargos de docências e até mesmo diferencial para concursos em cargos de instituições privadas. Com um DOI individual a publicação poderá ser adicionada ao seu Lattes o que irá garantir a originalidade da publicação.

2. Horas em Atividades Complementares

As Atividades Complementares* se apresentam como práticas acadêmicas obrigatórias para todo aluno, não permitem dispensa e podem ser desenvolvidas sob múltiplas formas e inslusive com a publicação de artigos em formato de capítulo em livros que sejam coordernados por um professor e/ou Conselho Editorial.

*Verifique o manual de orientações da sua IES.
3. Substituição do TCC

Algumas IES* podem escolher adaptar seu currículo, exigindo a produção de algum outro tipo de trabalho final. Por exemplo: o TCC pode ser substituído pela elaboração de um artigo publicado no formato de Capítulo de Livro, ou até mesmo um Livro Digital desde que as atividades sejam coordenadas por professores e com certificação de avaliação.

*Consulte as regras da sua IES.