PERCEPÇÃO DE PAIS/RESPONSÁVEIS SOBRE OS IMPACTOS DA PANDEMIA DE COVID-19 NA PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS DE CRIANÇAS

Code: 231215397
Downloads
2
Views
14
Compartilhe
Título

PERCEPÇÃO DE PAIS/RESPONSÁVEIS SOBRE OS IMPACTOS DA PANDEMIA DE COVID-19 NA PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS DE CRIANÇAS

Autores(as):
  • Paula Gabrielly Teixeira Lopes

  • Vanessa De Oliveira Silva

  • Suziane Peixoto Santos

  • Aline Dessupoio Chaves

  • Crislaine Rangel Couto

DOI
  • DOI
  • 10.37885/231215397
    Publicado em

    29/02/2024

    Páginas

    277-299

    Capítulo

    15

    Resumo

    Objetivo: investigar a percepção de pais/responsáveis sobre os impactos da pandemia de covid-19 na prática de atividades físicas de crianças. Métodos: a amostra foi composta por 102 pais/responsáveis por crianças com idades entre quatro e 10 anos (6,7 ± 2,0 anos), de ambos os sexos e residentes em sete estados brasileiros. Para a coleta de dados foi elaborado um questionário composto por 13 perguntas relacionadas à percepção dos pais/responsáveis sobre os impactos da pandemia de covid-19 na prática de atividades físicas dos seus filhos. O questionário foi elaborado na plataforma Google Forms e enviado aos pais/responsáveis pelas redes sociais. Para a análise de dados, foi utilizada a estatística descritiva, com apresentação da frequência relativa de respostas. Resultados: 76,2% dos pais/responsáveis responderam que seus(as) filhos(as) não praticaram atividades físicas além das aulas de educação física escolar durante a pandemia. Ainda, 75,5% dos pais/responsáveis responderam que seus(as) filhos(as) não tiveram aulas práticas de educação física escolar durante o isolamento social. De forma geral, os resultados mostram que, a percepção de pais/responsáveis foi que a pandemia impactou de forma negativa as possibilidades de prática de atividades físicas, bem como, o desenvolvimento das crianças. Ainda, a pandemia de covid-19 impactou de forma negativa a vida das crianças, acarretando em aumento do tempo de acesso a dispositivos eletrônicos com telas e alterações emocionais. Estes impactos foram sofridos mesmo pelas crianças residentes em locais com espaço físico suficiente para a prática de atividades físicas. Conclusão: de acordo com a percepção de pais/responsáveis, a pandemia de covid-19 impactou negativamente a prática de atividades físicas de crianças, além de ter favorecido o aumento de tempo de acesso a telas, o que também contribui para a inatividade física.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    infância, sedentarismo, covid-19, isolamento social, acesso a telas

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar