ESTUDANTES RECÉM-FORMADOS EM PSICOLOGIA: UM ESTUDO PRELIMINAR SOBRE SUAS HABILIDADES SOCIAIS

Code: 211106554
33
18
Título

ESTUDANTES RECÉM-FORMADOS EM PSICOLOGIA: UM ESTUDO PRELIMINAR SOBRE SUAS HABILIDADES SOCIAIS

Autores(as):
  • Renata Cristina Molina de Luna

    Luna, Renata Cristina Molina de

  • Erick Silva Shroder

    Shroder, Erick Silva

  • Maria Tereza da Silva Fernandes

    Fernandes, Maria Tereza da Silva

DOI
10.37885/211106554
Publicado em

02/12/2021

Páginas

209-224

Capítulo

13

Resumo

Introdução: Nas últimas décadas a Psicologia tem alcançado considerável expansão entre os cursos universitários. Dentre os fatores que favoreceram seu crescimento estão: o aumento significativo de doenças mentais, a expansão do mercado de trabalho e boa remuneração. Nesse sentido, atentar-se para a formação desses profissionais e verificar se os recém-graduados saem da universidade capacitados para desempenhar sua profissão de forma ética e socialmente responsável é de suma importância. Objetivo: Avaliar o repertório de habilidades sociais de profissionais recém-formados em psicologia (de 6 meses há 12 meses de formação). Método: Participaram desse trabalho 34 profissionais recém-formados de uma universidade particular da zona sul de São Paulo. Para avaliação das habilidades sociais foi aplicado o IHS-Del Prette (2019) e realizado os cálculos de média e Desvio Padrão totais e dos sexos masculino e feminino em cada um dos fatores: Conversação Assertiva (F1), Abordagem Afetivo-Sexual (F2), Expressão de sentimento positivo (F3), Autocontrole/enfrentamento (F4), Desenvoltura social (F5). Resultados: Os resultados gerais demonstraram que os participantes apresentaram escores dentro da média em termos de habilidades sociais e, tanto o sexo masculino quanto o feminino, apresentaram bom repertório nos seguintes fatores: conversação assertiva, abordagem afetivo-sexual, autocontrole/enfrentamento, desenvoltura social e escore geral. As mulheres apresentaram resultados com médias mais elevadas que os homens em quatro escores do IHS e no escore total. Conclusão: Estudos com maior número de participantes e a condução e novas pesquisas com o público recém-formado pode contribuir para a construção de treinamentos voltados às especificidades das exigências requeridas aos profissionais de psicologia.

Palavras-chave

Competência social, Formação em psicologia, Habilidades Sociais, Psicologia, Treinamento.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.