DESEMPENHO INTELECTUAL DE UNIVERSITÁRIOS

Code: 211006511
6
3
Título

DESEMPENHO INTELECTUAL DE UNIVERSITÁRIOS

Autores(as):
  • Marcia Regina Fumagalli Marteleto

    Marteleto, Marcia Regina Fumagalli

  • Arilton Martins Fonseca

    Fonseca, Arilton Martins

  • Teresa Helena Schöen

    Schöen, Teresa Helena

DOI
10.37885/211006511
Publicado em

02/12/2021

Páginas

127-144

Capítulo

8

Resumo

Introdução: Muito se discute sobre desempenho intelectual que possa contribuir com os estudantes universitários em sua trajetória acadêmica e tornar os seus anos de formação mais tranquilos e produtivos. As pesquisas com estudantes de cursos superiores apontam que a inteligência é um dos principais preditores do desempenho acadêmico com diferentes arranjos de habilidades cognitivas. Estas habilidades cognitivas advêm de heranças biológicas bem como estímulos ambientais e compõem o que denominam hoje de inteligência fluida e cristalizada. A eficiência dos processos cognitivos depende, também, da integridade das conexões neuronais entre a substância branca e outras regiões do encéfalo. Objetivo: Verificar o desempenho intelectual de universitários regularmente matriculados no curso de Psicologia de uma universidade privada do município de São Paulo, com enfoque na inteligência fluida. Método: Participaram deste estudo 92 alunos do curso de Psicologia, 70 do sexo feminino e 22 do sexo masculino. Estes alunos responderam o teste de nível intelectual Matrizes Progressivas de Raven, de forma coletiva. Resultados: Observou-se que o desempenho dos estudantes no teste Matrizes Progressivas de Raven esteve na média igual a 48,42, com diferença estatística no desempenho médio entre homens (51,00) e mulheres (47,61). Nas séries, houve uma maior diferença entre homens e mulheres, com desempenho estatisticamente superior para os homens (p=0,05) Conclusão: Em face do conteúdo e dos processos cognitivos que envolvem o aprendizado acadêmico dos estudantes universitários, é necessário, no entanto, considerar a emergência dos dois fatores da inteligência, Gf e Gc quando se trata de uma população estudantil do ensino superior do curso de Psicologia, cuja maioria é jovem adulta e do sexo feminino.

Palavras-chave

Inteligência, Matrizes Progressivas Raven, Universitários, Estudantes de Psicologia.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.