LIDERAR A EDUCAÇÃO ESCOLAR: DESENVOLVIMENTO DE CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇAS NAS ESCOLAS

Code: 420-628
47
219
Título

LIDERAR A EDUCAÇÃO ESCOLAR: DESENVOLVIMENTO DE CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇAS NAS ESCOLAS

ISBN

978-65-5360-360-8

DOI
10.37885/978-65-5360-360-8
Publicado em

30/06/2023

Páginas Capítulos Volume Edição

158

9

1

1

Organizadores:
  • Mário Henrique Gomes

    Mário Henrique Gomes

  • Henrique Filipe Santos

    Henrique Filipe Santos

Apresentação

Com o livro “LIDERAR A EDUCAÇÃO ESCOLAR: DESENVOLVIMENTO DE CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇAS NAS ESCOLAS” pretendemos divulgar a investigação realizada em torno da relevância das lideranças da administração escolar e da liderança intermédia, como o sejam, por exemplo, as coordenações de departamentos. Mário Henrique Gomes é mestre e doutor em Ciências da Educação, exercendo atualmente funções de Diretor de um Agrupamento de Escolas, constituído por seis estabelecimentos de ensino, da Educação Pré-Escolar ao Ensino Secundário, com um total de 1700 alunos e aproximadamente 300 profissionais. Pós-graduado em Administração Escolar, pela Universidade de Lisboa, averba no seu currículo um Pós-Doutoramento no Departamento de Gestão e Ciências Sociais, da Universidade Aberta, no âmbito da Administração e Políticas Públicas. É, ainda, investigador integrado do grupo de investigação em Comunicação Intercultural, do Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI), sediado na Universidade Aberta. Henrique Santos é doutorando em Educação, exercendo atualmente funções de Coordenador de Projetos num Agrupamento de Escolas, reconhecido como “Escola Azul”, “Escola Saudável”, “Escola SaudávelMente” e com o “Selo Protetor”, entre outras distinções. Formador acreditado pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua, tem lecionado no Ensino Superior, na formação inicial e contínua de professores. Neste livro, partimos da convicção de que a investigação produzida acerca da relevância das lideranças, na construção de equipas coesas e motivadas, que funcionam de forma articulada na prossecução de objetivos comuns, traz à tona a importância de uma formação robusta dos líderes escolares. Com estas motivações, pretendemos apresentar trabalhos de investigação realizados nesta matéria, fundamentando a necessidade de uma aposta crescente no desenvolvimento de conhecimentos e competências de liderança, na Educação Escolar. Pela mão de Sónia Neves, o capítulo “A Liderança na Promoção de uma Cultura de Avaliação para a Eficiência” reflete sobre a proximidade do atual modelo de administração das escolas públicas, em Portugal, à luz de princípios da gestão, concluindo que “Gestão escolar, supervisão pedagógica e transformação global da realidade educativa estão intrinsecamente ligados e o sucesso de uma organização escolar depende, em muito, das opções de liderança do diretor no engajamento desta trança concetual”. Mário Henrique Gomes e Henriques Santos, os organizadores desta obra, destacam, no seu capítulo, a relevância da liderança e da coordenação de projetos, no incremento da mudança da Educação Escolar, refletindo sobre “A Missão da Escola e os Desafios da Educação: Inovar, Mudando as Representações e Práticas dos Docentes”. No capítulo “Educação Formal e Experiência na Obra de Carolina Maria de Jesus: um Olhar Particular”, de Sara Munique Noal, somos convidados a pôr em relação a educação formal e a educação informal. Ela apostou na educação como forma de afastar as crianças dos preditores socioculturais, enquadrando-as nas “expectativas de uma sociedade que precisava disciplinar o trabalhador, livre e pobre para o trabalho explorado”. Carolina Maria de Jesus, na sua trajetória e nos seus escritos, revela “uma dimensão importante da relação entre cultura popular e erudita que escapa dos moldes da educação formal”. Pela mão de um conjunto de autores da Universidade Nacional do Altiplano de Puno (Perú), no capítulo “Prediccion de la Proficiencia del Idioma Ingés, mediante un Modelo de Aprendizaje Automático Basado en el Clasificador Naive Bayes”, somos confrontados com a relevância da medição da proficiência na língua inglesa como preditor do nível de habilidade da pessoa em função de uma série de características ou atributos. Os administradores escolares precisam, cada vez mais, de equacionar diversos modelos de aprendizagem, para impulsionarem o questionamento das práticas pedagógicas vigentes. O papel do professor de Educação Física na Educação Pré-Escolar é a questão a que se procura responder no artículo “Avaliação Motora de Pré-Escolar da UMEI Maria Soledade de Lima e Silva”, de investigadores da Universidade do Estado do Amazona (Brasil). Fica claro que, por meio da Educação Física, pode-se abrir um leque de possibilidades que podem ser propostas para crianças e que, em certa medida, pode selecionar sua motricidade, porém de forma natural e prazerosa. Para tal é relevante a intencionalidade pedagógica, para a qual os administradores escolares devem suscitar especial atenção. Da autoria de investigadores da Universidade Federal do Ceará e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (Brasil), o capítulo “Relato de Experiência: as Múltiplas Facetas da Função dos Gestores Educacionais”, apresenta experiências vivenciadas na gestão das escolas municipais de Maracanaú, no estado brasileiro do Ceará. Neste capítulo pretende-se fomentar a reflexão acerca desses dilemas enfrentados pelos líderes escolares e demais partes interessadas, envolvendo-os em discussões para a superação de problemas. No capítulo “O Perfil Psicomotor e a Aprendizagem Escolar: Uma Revisão Sistemática da Literatura”, de um grupo de investigadores da Universidade do Estado do Amazona (Brasil) e da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas, é-nos apresentada uma investigação que coloca em analise a relação entre o perfil psicomotor e o processo de aprendizagem. No capítulo “Condorcet: Pressupostos e Relevância da Instrução Pública”, de Josilene Barbosa, Márcia Fontes e Rita Souza, somos convidados a repensar a influência do Marquês de Condorcet na Educação Escolar, ele que aliou o ideal de esclarecimento humano a uma proposta política de concretização desse ideal. Júlio César Moraes e Myrian Faber, no seu capítulo dedicado à ”Gestão em Sala de Aula” apresentam-nos a sua investigação sobre a relevância da gestão da sala de aula, nos cursos de formação continuada. Os organizadores agradecem a participação dos autores de todos os capítulos contidos nesta obra. Graças ao contributo de cada um foi possível construir e partilhar reflexão em torno de áreas relevantes para o conhecimento e competências dos líderes escolares. Orgulha-nos termos conseguido reunir autores provenientes de diversos centros de investigação de diversos países ibero-americanos, o que se constitui uma mais-valia, pela partilha de realidades e enfoques diferenciados. Mário Henrique Gomes Henrique Santos

Licença

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

9 Capítulos

Capítulo 1

A LIDERANÇA NA PROMOÇÃO DE UMA CULTURA DE EFICIÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO EDUCATIVA

Neves, S.
10.37885/230613297
Capítulo 2

A MISSÃO DA ESCOLA E OS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO: INOVAR, MUDANDO AS REPRESENTAÇÕES E AS PRÁTICAS DOCENTES

Gomes, Mário Henrique
Santos, Henrique
10.37885/230613325
Capítulo 3

EDUCAÇÃO FORMAL E EXPERIÊNCIA NA OBRA DE CAROLINA MARIA DE JESUS: UM OLHAR PARTICULAR

Noal, Sara Munique
10.37885/230512927
Capítulo 4

PREDICCION DE LA PROFICIENCIA DEL IDIOMA INGLES MEDIANTE UM MODELO DE APREDIZAJE AUTOMATICO BASADO EN EL CLASIFICADOR NAIVE BAYES

Torres-Cruz, Fred
Coaquira Flores, Evelyn Eliana
Condori Quispe, Sebastián Jarom
Tito Lipa, Jose Pánfilo
López Cueva, Milton Antonio
Basurco Chambilla,Teobaldo Raúl
Chambi Mamani, Edwin Wilber
Quispe Carita, Angel Javier
Alemán Gonzales, Leonid
10.37885/230513073
Capítulo 5

AVALIAÇÃO MOTORA DE PRÉ-ESCOLARES DA UMEI MARIA SOLEDAD DE LIMA E SILVA

Silva, Raquel
Azevedo,Cristian
Grosso Junior, Gilmar
Faber, Myrian
10.37885/230513162
Capítulo 6

RELATO DE EXPERIÊNCIA: AS MÚLTIPLAS FACETAS DA FUNÇÃO DOS GESTORES EDUCACIONAIS

Silva, Francisco Aderlan Ferreira da
Tamiarana, Antonia Erisdalva C.
Bezerra, Michella Daustria de Queiroz
Frazão, Samara Sales
10.37885/230513216
Capítulo 7

O PERFIL PSICOMOTOR E A APRENDIZAGEM ESCOLAR: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Oliveira, Orleane Silva de
Souza, Antônia Mara Santos de
Sanches, Luciane Ferreira
Albuquerque, Graziele Vasconcelos de
Faber, Myrian Abecassis
10.37885/230513155
Capítulo 8

CONDORCET: PRESSUPOSTOS E RELEVÂNCIA DA INSTRUÇÃOPÚBLICA

Fontes, Márcia Dos Santos
Barbosa, Josilene Souza Lima
10.37885/230613251
Capítulo 9

GESTÃO EM SALA DE AULA: UMA ANÁLISE SOBRE A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Moraes, Júlio César Melo de
Faber, Myrian Abecassis
10.37885/230513143