PRESENÇA NOTADA, AUSÊNCIA SENTIDA: CONCEPÇÕES DE DOCENTES HOMENS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Code: 210504854
Downloads
19
Views
48
Compartilhe
Título

PRESENÇA NOTADA, AUSÊNCIA SENTIDA: CONCEPÇÕES DE DOCENTES HOMENS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores(as):
  • Jónata Ferreira de Moura

  • Lívia Machado Oliveira

  • Jonas Alves da Silva Junior

  • Matheus Fortunato da Silva

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210504854
    Publicado em

    01/07/2021

    Páginas

    46-64

    Capítulo

    4

    Resumo

    Este artigo tem por objetivo analisar como se dá a construção social de docentes homens atuantes na Educação Infantil exercendo masculinidades periféricas, refletindo sobre como os atravessamentos sociais, relacionados à perspectiva dos Estudos de Gênero, influenciam nesse processo. Sendo esta pesquisa de caráter qualitativo, utilizamos como ferramenta metodológica a aplicação de um questionário com o intuito de refletir sobre a identidade docente de sete profissionais que atuam na Educação Infantil em quatro municípios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A análise dos dados buscou compreender como professores que atuam neste segmento representam sua própria ação pedagógica em meio a tantos preconceitos e estereótipos que cercam a figura masculina na atuação profissional com crianças. Diante desse cenário de tensões e conflitos, a escola, sobretudo na Educação Infantil, precisa romper com os estereótipos que a estigmatizaram ao longo dos anos, para que suas práticas e os agentes que nela atuam possam alcançar a instauração de uma Educação mais democrática, plural e inclusiva.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Gênero. Masculinidades. Docência. Educação Infantil.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar