O CUIDADO A PESSOAS EM USO PREJUDICIAL DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: EXPERIÊNCIA ÉTICA, POLÍTICA E ESTÉTICA

Code: 221211450
Downloads
4
Views
62
Compartilhe
Título

O CUIDADO A PESSOAS EM USO PREJUDICIAL DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: EXPERIÊNCIA ÉTICA, POLÍTICA E ESTÉTICA

Autores(as):
  • Valéria Raquel Alcantara Barbosa

  • Elyne Montenegro Engstrom

DOI
  • DOI
  • 10.37885/221211450
    Publicado em

    29/12/2022

    Páginas

    439-448

    Capítulo

    31

    Resumo

    No Brasil, os pressupostos epistemológicos que assentam o modelo psicossocial de atenção a pessoas que fazem uso de álcool e outras drogas adotam como objetivo principal a produção de saúde, a potência de vida; defendem o empoderamento com vistas à participação social e rompem a ideia de cura sob o aspecto de retorno ao equilíbrio e à normalidade legitimada socialmente. Em que pese tais propósitos do cuidado, historicamente no país, o tratamento de pessoas que usam álcool e outras drogas deu-se sob a égide da coerção, imposição e punição; alicerçado na cultura proibicionista, asilar, na medicalização do sofrimento psíquico, desprezo às singularidades dos indivíduos, tendo como meta primordial a abstinência. Nessa perspectiva, a reflexão sobre o cuidado a pessoas em uso prejudicial de álcool e outras drogas exige admiti-lo enquanto experiência ética, política e estética, atravessada por retrocessos e desafios em tempos de crise política, crescimento do autoritarismo e tensionamento das relações entre ciência e Estado, somado ao desmonte dos avanços alcançados pela reforma psiquiátrica, no qual a luta no campo da saúde mental no Brasil não pode ser descolada de um campo maior de luta social, exigindo o fortalecimento da luta antimanicomial. Logo, o cuidado promovido na RAPS a pessoas que fazem uso de álcool e outras drogas urge integralidade; ênfase na emancipação, para que tenham voz e vez, como cidadãos e protagonistas do próprio tratamento; priorizar as idiossincrasias da relação profissional e usuário dos serviços de saúde; e evocar a contextualização do sofrimento psíquico enquanto totalidade.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Cuidados de saúde, Usuários de drogas, Serviços de saúde mental.

    Publicado no livro

    OPEN SCIENCE RESEARCH IX

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar