MORTALIDADE NEONATAL EM DOIS HOSPITAIS PÚBLICOS DE ALTA E MÉDIA COMPLEXIDADE NO BAIXO AMAZONAS

Code: 210805928
Downloads
31
Views
50
Compartilhe
Título

MORTALIDADE NEONATAL EM DOIS HOSPITAIS PÚBLICOS DE ALTA E MÉDIA COMPLEXIDADE NO BAIXO AMAZONAS

Autores(as):
  • Milene Ribeiro Duarte Sena

  • Marina Chahini

  • Maureen Kelly Braun

  • Sandro Murilo Moreira de Lima

  • Susan Karolayne Silva Pimentel

  • Vitor Alvarenga Siqueira

  • Luana Almeida dos Santos

  • Erli Marta Reis da Silva

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210805928
    Publicado em

    01/10/2021

    Páginas

    174-186

    Capítulo

    13

    Resumo

    Resumo: Objetivou-se analisar a taxa de mortalidade neonatal nos hospitais públicos de média e alta complexidade do Baixo Amazonas nos anos 2016 e 2017. Pesquisa descritiva-analítica, tendo como base a abordagem quantitativa, transversal, documental e comparativa, com base nos dados de prontuários do Hospital Municipal de Santarém (HMS) e Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA). Os resultados demonstraram que o percentual de neonatos que evoluíram a óbito na UTI neonatal do HRBA nos anos de 2016 e 2017 foram próximos, com 12,35% e 11,85%, respectivamente. O número total de pacientes internados no HMS em 2016 foi de 3192 e em 2017 foram internados 4052. Evoluíram a óbito 82 pacientes em 2016 e 49 pacientes em 2017, representando um percentual de mortalidade de 2,5% e 1,3% respectivamente. No geral, houve prevalência de mães na faixa etária de 16-20 anos (30,2%), com ensino médio completo ou incompleto (34,9%), tiveram gestação única (95,3%), evoluíram para parto vaginal (53,5%) realizaram pré-natal (58,1%). Quanto aos neonatos, a prevalência fora o sexo masculino (53,3%), com baixo peso ao nascer, parto ocorrido no hospital (86%). As etiologias mais frequentes foram: distúrbios hemodinâmicos e/ou de coagulação (36%), distúrbios respiratórios (32,6%), sepse e afecções infecciosas (22,1%). Neste sentido este estudo visa servi de base para elaboração de novas pesquisas sobre a temática. Visto que o alcance de bons indicadores em saúde neonatal serve de parâmetros para o processo de saúde infantil e materna.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Mortalidade, Neonatologia, Saúde pública.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar