FAMÍLIAS DE AVES INDICADORAS DE PERTURBAÇÕES POR INCÊNDIOS NO PANTANAL DE POCONÉ - MT

Code: 220910068
Downloads
14
Views
60
Compartilhe
Título

FAMÍLIAS DE AVES INDICADORAS DE PERTURBAÇÕES POR INCÊNDIOS NO PANTANAL DE POCONÉ - MT

Autores(as):
  • Caio Guarnier

  • Pablo Damião

  • Rondinelle Salomão

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220910068
    Publicado em

    01/11/2022

    Páginas

    379-380

    Capítulo

    24

    Resumo

    O bioma Pantanal é considerado a maior planície inundável do planeta. No ano de 2020 o Pantanalteve cerca de 3,5 milhões de hectares queimados pelo fogo. Dada a dimensão catastrófica ehistórica dos incêndios, é necessário que se compreenda os danos causados no bioma. As aves sedestacam como bioindicadoras de qualidade ambiental, servindo como base para avaliar aqualidade de um ambiente. Objetivou-se apontar as famílias de aves bioindicadores emcomparação a áreas afetadas e não afetadas por incêndios. As coletas foram realizadas nomunicípio de Poconé - MT, em ambientes florestais e de campo, divididos em áreas de vegetaçãooriginal, queimadas e de aceiros. A observação foi realizada em transectos lineares no períodomatutino com o uso de câmera e gravador, com um esforço amostral de 36 horas. Só espécies quefizeram uso da área para alimentação, descanso ou nidificação foram contabilizadas. Foram identificadas 12 espécies distintas divididas em 3 famílias: Columbidae (5 espécies), Picidae (4espécies) e Cracidae (3 espécies). A ocorrência simultânea das espécies nos três tipos de ambienteobservados somou 58% da riqueza de espécies, 25% espécies exclusivas da vegetação original,17% exclusivo de área queimada, não sendo observadas espécies exclusivas de aceiro. Dentre oscracídeos, Aburria cujubi e Penelope ochrogaster estiveram maior frequência na área de florestaíntegra (57% e 100% de frequência respectivamente), diferente de Ortalis canicollis presenteapenas em áreas de campo. Na Família Columbidae, as espécies Claravis pretiosa e Patagioenaspicazuro foram registradas apenas em ambientes florestais, a espécie Columbina talpacoti foi maisfrequente nas áreas de campo (86%). P. cayennensis teve frequência em campo (70%) e florestaíntegra (30%). Leptotila verreauxi teve sua presença em campos (44%) e floresta (56%). As 4espécies da família Picidae foram registradas principalmente em área florestal queimada. Concluise que os fatores de sazonalidade, restauração dos aceiros e áreas afetadas pelo fogo nas áreas decampo e floresta no Pantanal, propiciou a presença de espécies mais especializadas em certostipos de recursos alimentares em ambientes diversos.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Pantanal, Bioindicadores, Aceiros, Aves.

    Publicado no livro

    OPEN SCIENCE RESEARCH VI

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar