EPIDEMIOLOGIA DA TUBERCULOSE NA BAIXADA SANTISTA DE 2006-2016

Code: 201202493
Downloads
24
Views
52
Compartilhe
Título

EPIDEMIOLOGIA DA TUBERCULOSE NA BAIXADA SANTISTA DE 2006-2016

Autores(as):
  • João Guilherme Saenz Carneiro

  • Hugo Garcia Fortunato

  • Lucca Moreira Lopes

  • Matheus Budahazi Jardine

  • Luiz Henrique Gagliani

  • Marcos Montani Caseiro

DOI
  • DOI
  • 10.37885/201202493
    Publicado em

    01/05/2021

    Páginas

    126-135

    Capítulo

    11

    Resumo

    Introdução: O presente estudo visa descrever a epidemiologia da tuberculose na baixada santista compreendendo o período de 2006-2016, sendo premente a elevada incidência histórica da moléstia em todo território dessa região. Objetivo: Descrever a evolução e distribuição do coeficiente de incidência da tuberculose entre os 9 municípios que compõem a Baixada Santista e analisar os desfechos do tratamento da doença para o período analisado. Métodos: Este estudo aborda a incidência de tuberculose nas regiões do Estado de São Paulo e, em um segundo momento, analisa os dados referentes a 9 municípios da Baixada Santista. O cálculo para coeficiente de incidência da tuberculose foi feito a partir dos dados do número de residentes de cada município fornecidos pelo IBGE e número de casos de tuberculose fornecidos pelo Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo (CVE-SP). Resultados: Na análise do coeficiente de incidência de tuberculose por regiões do estado observou-se que a Baixada Santista apresenta maior coeficiente de incidência de todas as regiões metropolitanas do estado de São Paulo. E para a análise do desfecho dos casos de tuberculose na baixada santista constatou-se um aumento significativo no número de abandono de tratamento. Conclusão: Os resultados constatados da baixada santista expõem que esta apresenta os maiores coeficientes de incidência frente a realidade do Brasil e as demais regiões que compõem o estado de São Paulo. Acredita-se que melhores estratégias de adesão e aderência do tratamento impactam em menor abandono e redução da incidência

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Tuberculose. Epidemiologia. Baixada Santista.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar