ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DA HANSENÍASE NO MUNICÍPIO DE CAXIAS-MA

Code: 210303763
Downloads
12
Views
49
Compartilhe
Título

ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DA HANSENÍASE NO MUNICÍPIO DE CAXIAS-MA

Autores(as):
  • Wenderson Costa da Silva

  • Chrisllayne Oliveira da Silva

  • Kaio Germano Sousa da Silva

  • Ismael Pereira da Silva

  • Amós da Silva Uchôa

  • Raimundo Nonato Cardoso Miranda Júnior

  • Thalia Jeovana xa Silva Pereira

  • Francisléia Falcão França Santos Siqueira

  • Rogério Cruz Mendes

  • Dayanna Max Magalhães Bomfim

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210303763
    Publicado em

    01/05/2021

    Páginas

    47-59

    Capítulo

    4

    Resumo

    A hanseníase é uma doença infecciosa crônica, sua causa é o Mycobacterium leprae, uma bactéria ácido-alcoólica francamente gram-positiva e resistente que pode infectar os nervos periféricos. Este estudo teve como objetivo descrever os aspectos epidemiológicos da hanseníase no município de Caxias-MA. Trata-se de um estudo documental, descritivo, retrospectivo e quantitativo, realizado no período de 2013 a 2017, utilizando dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) do Ministério da Saúde. Este estudo avaliou 349 casos de hanseníase no período de 2013 a 2017 no município de Caxias do estado do Maranhão. Os coeficientes mais elevados foram registrados no ano de 2013 (6,15/10000) e 2015 (5,03/10000), Quanto ao perfil dos pacientes identificados houve prevalência do sexo masculino com 191 (54,7%) dos casos, em que houve predominância da faixa etária de 50 a 59 ano (18,6%), a avaliação da classificação operacional mostra que a forma multibacilar com 260 (74,5%), quanto ao percentual de lesões cutâneas em decorrência da hanseníase o maior índice são de duas a cinco lesões com 151 (43,3%) dos casos, e com relação ao esquema terapêutico, 260 (74,5%) receberam tratamento poliquimioterápico multibacilar (PTQ/MB) de 12 doses. A hanseníase ainda é considerada uma doença negligenciada, apesar de existir politicas púbicas voltadas para erradicação da mesma, ainda estamos numa longa e lenta trajetória para eliminação da doença. Mas muitas ações e atividades de rastreamento veem se intensificando para o diagnóstico e tratamento precoce da hanseníase com objetivo de reduzir as altas taxas de casos multibacilares.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Hanseníase; Prevalência; Epidemiologia.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar