AJUSTES DA PRESSÃO ARTERIAL SISTÓLICA E DIASTÓLICA DE MULHER HIPERTENSA E DIABÉTICA À DIFERENTES INTENSIDADES DO EXERCÍCIO RESISTIDO

Code: 220910257
Downloads
10
Views
60
Compartilhe
Título

AJUSTES DA PRESSÃO ARTERIAL SISTÓLICA E DIASTÓLICA DE MULHER HIPERTENSA E DIABÉTICA À DIFERENTES INTENSIDADES DO EXERCÍCIO RESISTIDO

Autores(as):
  • Angélica Cristiane Da Cruz Britto

  • Robison José Quitério

  • Pedro Henrique Rodrigues

  • Eduardo Federighi Baisi Chagas

  • Cristiano Sales Silva

  • Juliana Lôbo Froio

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220910257
    Publicado em

    01/11/2022

    Páginas

    526-533

    Capítulo

    35

    Resumo

    Introdução: Abaixo do limiar de lactato (WASSERMAN et al, 1973), em indivíduos saudáveis, as respostas fisiológicas são estáveis, em virtude de os sistemas conseguirem atender a demanda energética, ou seja, existe um equilíbrio entre o consumo e oferta de oxigênio (BROOKS, 1991), entretanto, em intensidade acima do LA, observa-se aumento lento da FC em função do tempo devido à alta concentração de lactato. Esses ajustes estão bem estabelecidos durante o exercício aeróbio, porém carecem de evidências durante exercício resistido. Objetivo: Investigar os ajustes da PAS e PAD abaixo e acima do limiar de lactato durante o exercício resistido em uma mulher diabética e hipertensa. Material e método: foi estudada uma mulher de 55 anos, hipertensa e diabética, com medicação otimizada. A FC foi gravada durante o protocolo utilizando-se um sistema digital de telemetria validado previamente (LOIMAALA et al,1999; GAMELIN, BERTHOIN, BOSQUET, 2006), que consiste de um transmissor posicionado na altura do processo xifóide e um monitor / receptor (Polar RS800CX, Polar Electro Oy, Kempele, Finland). O limiar de anaerobiose (LA) foi determinado durante o exercício de extensão de joelho (mesa romana). A voluntária realizou 20 repetições durante um minuto com 10% da carga obtida no teste de 1RM e após a interrupção do teste foi coletado sangue no lóbulo da orelha para análise do lactato. Esse mesmo procedimento foi realizado em séries subsequentes com acréscimo de 10% em 10% da carga máxima até que se observou o valor correspondente fixo de lactato de 4 mmol.L, o qual foi considerado como sendo o limiar de lactato (DENADAI, 1995; HECK et al,1985). A FC e os iRR foram registrados continuamente durante 65s de repouso, durante a contração isotônica e 5 minutos de recuperação. A partir desses dados foram estudados os ajustes da pressão arterial sistólica e pressão arterial diastólica em repouso e durante o esforço. Resultados e discussão: Foram utilizadas para esse estudo as intensidades de 10%, 20% e 40%, cujos dados obtidos foram, respectivamente: PAS repouso = 128, 121 e 133. PAD repouso = 81, 76 e 92, FC repouso = 70,14, 68,91 e 67,09. PAS exercício = 146, 161 e 234. PAD exercício = 95, 109 e 158. FC exercício = 80,64, 84,57 e 90,74. Variação da PAS = 18, 40 e 101. Variação da PAD = 14, 33 e 66. Variação da FC = 11,82, 17,79 e 26,36. Os resultados obtidos no estudo estão de acordo com a literatura quando mostram um aumento considerável da FC, PAS e PAD. Conclusão: O aumento da PAD e PAS são desproporcionais a carga em intensidades acima do LA.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Pressão arterial, Lactato, Frequência cardíaca.

    Publicado no livro

    OPEN SCIENCE RESEARCH VI

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar