UTILIZAÇÃO DE FARINHA DE CASCA DE PITAIA VERMELHA (HYLOCEREUS UNDATUS)NA SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DE GORDURA EM BISCOITO TIPO COOKIE

Code: 201102197
24
16
Título

UTILIZAÇÃO DE FARINHA DE CASCA DE PITAIA VERMELHA (HYLOCEREUS UNDATUS)NA SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DE GORDURA EM BISCOITO TIPO COOKIE

Autores(as):
  • Alana Zanchet

    Zanchet, Alana

  • Simone Hickmann Flôres

    Flôres, Simone Hickmann

  • Roberta Cruz Silveira Thys

    Thys, Roberta Cruz Silveira

DOI
10.37885/201102197
Publicado em

19/12/2020

Páginas

483-502

Capítulo

32

Resumo

A crescente demanda por produtos alimentares funcionais que possuem benefícios específicos para a saúde têm sido estimulada pelos consumidores modernos, cada vez mais conscientes da relação entre a dieta e seu estado de saúde. A redução do teor de gorduras em produtos de panificação vem ao encontro desta nova realidade. A casca de pitaia vermelha é um resíduo da indústria de polpas e bebidas e possui inúmeras qualidades, sendo um produto potencial para ser utilizado em biscoitos como substituto parcial da gordura. Este trabalho tem como objetivo caracterizar a farinha produzida a partir da casca de pitaia vermelha e avaliar os biscoitos tipo cookies elaborados com substituição parcial de gordura por farinha de casca de pitaia hidratada. Os biscoitos produzidos foram avaliados em relação a rendimento, diâmetro, espessura, fator de expansão, volume aparente e específico, textura e cor, além de composição centesimal, atividade antioxidante e aceitação do consumidor. A farinha de casca de pitaia foi avaliada em relação a composição centesimal, cor, propriedades funcionais e atividade antioxidante. A farinha apresentou baixo teor de proteínas, lipídios e calorias, e alto teor de fibra alimentar total. A avaliação dos cookies mostrou uma diminuição de diâmetro a partir da substituição de 37.5% da gordura, sendo que os biscoitos com redução de gordura ficaram mais macios. O biscoito com 25% de substituição de gordura, quando comparado ao padrão, apresentou aumento da capacidade antioxidante de aproximadamente 95%. Os cookies avaliados sensorialmente apresentaram boa aceitação global, com índices de aceitabilidade superiores a 70%. Formulações contendo a farinha de casca de pitaia como substituto de gordura podem ser consideradas promissoras para o desenvolvimento de produtos menos calóricos e com melhores características nutricionais.

Palavras-chave

Pitaia, Suproduto, Substituto de Gordura, Reaproveitamento, Biscoito.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.