USO POTENCIAL DO CHÁ VERDE NO TRATAMENTO COMPLEMENTAR DE MORBIDADES E USO DE MEDICAMENTOS, ASSOCIADO AO ENVELHECIMENTO: UMA REVISÃO

Code: 201202390
Downloads
22
Views
36
Compartilhe
Título

USO POTENCIAL DO CHÁ VERDE NO TRATAMENTO COMPLEMENTAR DE MORBIDADES E USO DE MEDICAMENTOS, ASSOCIADO AO ENVELHECIMENTO: UMA REVISÃO

Autores(as):
  • Renata Breda Martins

  • Raquel Seibel

  • Jamile Ceolin

  • Vilma Maria Junges

  • Maria Gabriela Valle Gottlieb

DOI
  • DOI
  • 10.37885/201202390
    Publicado em

    06/01/2021

    Páginas

    358-374

    Capítulo

    27

    Resumo

    Objetivo: Revisar a literatura sobre o uso potencial do chá verde (Camellia sinensis) no tratamento complementar de morbidades e uso de medicamentos, associadas ao envelhecimento. Método: Revisão narrativa da literatura sobre o tema e agrupado em quatro tópicos principais: descrição da Camellia sinensis (C.sinensis), composição química e propriedades funcionais da C.sinensis, chá verde e doenças associadas ao envelhecimento e as interações medicamentosas com a planta C.sinensis. Resultados: O chá da C.sinensis é bastante consumido devido ao seu aroma, sabor e, principalmente por ser uma bebida medicinal capaz de diminuir o risco de várias doenças, pois são ricos em compostos biologicamente ativos como flavonóides, catequinas, polifenóis, alcalóides, vitaminas e sais minerais. Dependendo das condições de cultivo, coleta, preparo e acondicionamento das folhas, podem ser diferenciados em cinco diferentes tipos de chás: branco, preto, verde, amarelo e vermelho. Um dos benefícios do chá verde está no combate ao envelhecimento celular devido a sua propriedade antioxidante, que protege as células e os tecidos do dano oxidativo. Além disso, possui atividade anti-inflamatória, antimicrobiana, antimutagência, antiapopitótica e anti-angiogênica. Essas propriedades têm potencial uso no tratamento complementar de doenças crônicas não comunicáveis em idosos. Adicionalmente, os estudos mostram que a C.sinensis interfere na biodisponibilidade de medicamentos. Considerações finais: Consumo do chá verde da C. sinensis pode trazer inúmeros benefícios para a saúde, devido a seus compostos químicos bioativos. Entretanto, o consumo do chá verde por idosos polimedicados deve ser avaliado com cautela, devido as possíveis interações que podem ocorrer entre a planta ou os seus componentes bioativos com os princípios ativos dos medicamentos, e nutrientes da dieta habitual, reduzindo, exacerbando ou até mesmo podendo anular os efeitos da medicação.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Camellia sinensis, Chá verde, Compostos fitoquímicos, Medicamentos, Idoso.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar