UM DIA DE DOMINGO: PRESENÇA DA LITERATURA NO JORNAL “CORREIO DA MANHÔ

Code: 231215344
Downloads
2
Views
15
Compartilhe
Título

UM DIA DE DOMINGO: PRESENÇA DA LITERATURA NO JORNAL “CORREIO DA MANHÔ

Autor(a):
  • Edson Tavares Costa

DOI
  • DOI
  • 10.37885/231215344
    Publicado em

    29/02/2024

    Páginas

    344-363

    Capítulo

    19

    Resumo

    A necessidade de comunicação do homem vem desde os rapsodos da Grécia antiga, cantores andarilhos que transmitiam notícias através dos poemas épicos que recitavam, como aconteceria, tempos depois, com os trovadores medievais. Com a escrita, observamos as tábuas expostas nos palácios romanos, a registrarem informações de interesse público, atividade remanescente em jornais-murais, pendurados em postes. Até que, no século XV, com a invenção da imprensa e a consequente facilidade de reprodução da escrita, a atividade jornalística começou a ter mais importância entre os povos, e, consequentemente, multiplicaram-se os leitores, notadamente os que já usufruíam da leitura de obras literárias. A parceria entre o jornalismo e a literatura rendeu bons frutos para ambas as atividades. As páginas dos periódicos funcionavam como espaço para publicação tanto do próprio texto literário, crônicas, poemas etc., como de notas acerca das obras, quando editadas, ou mesmo do cotidiano dos autores. A visibilidade proporcionada pelo jornal é forte atrativo para os escritores divulgarem sua obra. Apesar de tal parceria ir se finando, principalmente a partir da segunda metade do século XX, ainda é possível perceber certa presença literária nos periódicos noticiosos. Analisamos, a título de amostragem, esse tipo de material literário, publicado em um dia de domingo, sessenta anos atrás, no Correio da Manhã, noticioso carioca bastante conceituado nos anos 60 do século XX. Utilizamos referenciais teóricos de Chartier (2007), Sodré (1966) e Darnton (2010). Constatamos a presença da literatura nas páginas analisadas, mais no nível de informação contextual que de ficção propriamente dita.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Literatura e jornalismo. Publicações. Imprensa.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar