TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL COMO ESTRATÉGIA DE DESMAME DA NUTRIÇÃO PARENTERAL NA FALÊNCIA INTESTINAL PEDIÁTRICA: UM ESTUDO DE CASO

Code: 211006492
Downloads
5
Views
27
Compartilhe
Título

TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL COMO ESTRATÉGIA DE DESMAME DA NUTRIÇÃO PARENTERAL NA FALÊNCIA INTESTINAL PEDIÁTRICA: UM ESTUDO DE CASO

Autores(as):
  • Juliana Mariante Giesta

  • Ester Zoche

DOI
  • DOI
  • 10.37885/211006492
    Publicado em

    01/12/2021

    Páginas

    342-350

    Capítulo

    26

    Resumo

    A falência intestinal (FI) é definida como a redução da função intestinal abaixo do mínimo necessário para absorção de nutrientes e/ou água e eletrólitos, necessitando do uso de nutrição parenteral (NP) prolongado para manutenção da saúde e/ou crescimento em crianças. Entretanto, o objetivo do tratamento da FI é promover a adaptação intestinal, ou seja, a independência da NP. Para isso, a nutrição enteral deve ser iniciada precocemente. No entanto, há escassez de evidências das melhores estratégias referentes à nutrição enteral para promoção da autonomia enteral e as condutas são baseadas nas práticas clinicas de programas multidisciplinares especializados. Portanto, este estudo teve como objetivo descrever o caso de uma menina de um ano de idade com diagnóstico de FI e relatar o manejo nutricional realizado por equipe multidisciplinar de um Programa de Reabilitação Intestinal de Crianças e Adolescentes (PRICA) para desmame da NP. Conclui-se que uma abordagem multidisciplinar é fundamental no tratamento da FI pediátrica e que a nutrição enteral desempenha papel importante no desmame da NP.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Falência intestinal pediátrica, Nutrição parenteral, Nutrição enteral.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar