SEPSE POR COLANGITE EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA REGIÃO DO TRIÂNGULO MINEIRO: RELATO DE CASO

Code: 200700699
24
2
Título

SEPSE POR COLANGITE EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA REGIÃO DO TRIÂNGULO MINEIRO: RELATO DE CASO

Autores(as):
  • Thaíssa Hávilla Rezende Duarte

    Duarte, Thaíssa Hávilla Rezende

  • Ana Pereira Reis

    Reis, Ana Pereira

  • Beatriz Modesto Prata

    Prata, Beatriz Modesto

  • Calebe Pereira Reis

    Reis, Calebe Pereira

  • Danielle Cristina Gonçalves Ferreira

    Ferreira, Danielle Cristina Gonçalves

  • José Lúcio Rodrigues Júnior

    Júnior, José Lúcio Rodrigues

  • Laura Santos Machado

    Machado, Laura Santos

  • Raimundo Emanuel Nascimento Rodrigues Júnior

    Júnior, Raimundo Emanuel Nascimento Rodrigues

  • Stefan Vilges de Oliveira

    Oliveira, Stefan Vilges de

DOI
10.37885/200700699
Publicado em

10/09/2020

Páginas

484-497

Capítulo

42

Resumo

A sepse trata-se de condições ocasionadas por infecção generalizada ou não, cuja inflamação acomete a funcionalidade de diversos órgãos, podendo evoluir para óbito. Assim, objetivo deste relato é descrever um caso de sepse grave em paciente HIV soropositivo, portador de Hepatite B e hipertenso, proveniente de complicações de um quadro de colangite. A partir de dados secundários de seu prontuário médico, tem-se um relato de caso cujo paciente de 56 anos, do sexo masculino, foi admitido com queixa de dor abdominal difusa, tipo cólica, iniciada há dois dias da internação, concomitante a episódios de vômitos, calafrios, colúria e acolia. Possui antecedentes de colecistectomia envolvendo colocação de prótese biliar, com necessidade de posterior troca desta prótese. Subsequentemente, apresentou síndrome colestática com colangite, sendo submetido a coledocotomia com posicionamento de dreno de Kehr. Decorrente de crescimento polimicrobiano em hemocultura e alterações de lactato, teve-se por hipótese diagnóstica sepse por colangite e, assim, foi iniciado o protocolo institucional e a antibioticoterapia. Posteriormente, foi submetido a laparotomia com exploração da via biliar, sendo realizada uma derivação biliodigestiva em Y de Roux, e devido à hipotensão no intraoperatório, foi iniciada derivação ventrículo-atrial. Em vigência da piora das disfunções orgânicas e gravidade clínica, o paciente foi sedado e mantido em ventilação mecânica. Vide última atualização do prontuário, houve evolução com choque séptico refratário, necessitando de suporte vasopressor, acompanhado em terapia intensiva, tendo, posteriormente, como desfecho o óbito. Discutindo-se sobre a correlação entre colangite e sepse, tem-se colangite por uma infecção bacteriana no trato biliar obstruído, cujas manifestações clássicas são febre, dor abdominal e icterícia. Portanto, nesse cenário, o médico deve ser capaz de avaliar precocemente o melhor tratamento a ser administrado, evitando complicações, tais como a evolução para um quadro de sepse.

Palavras-chave

Sepse. Soropositividade para HIV. Colangite. Via biliar. Choque séptico.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.