SECREÇÃO DE INSULINA EM ILHOTAS PANCREÁTICAS ISOLADAS DE RATOS NORMAIS OU DESNUTRIDOS SUBMETIDAS A FOTOBIOMODULAÇÃO COM LED: ESTUDO IN VITRO.

Code: 231014627
Downloads
3
Views
5
Compartilhe
Título

SECREÇÃO DE INSULINA EM ILHOTAS PANCREÁTICAS ISOLADAS DE RATOS NORMAIS OU DESNUTRIDOS SUBMETIDAS A FOTOBIOMODULAÇÃO COM LED: ESTUDO IN VITRO.

Autores(as):
  • Claudia Kiyomi Minazaki

  • Daniel Malagoli

  • Eduardo Cava Leanza

  • Marcia Cristina Menão

  • Felipe Nunes Felippe

  • Carlos Alberto Silva

DOI
  • DOI
  • 10.37885/231014627
    Publicado em

    30/11/2023

    Páginas

    106-115

    Capítulo

    8

    Resumo

    OBJETIVO. Estudos têm demonstrado que a carência alimentar proteica promove alterações em diferentes parâmetros fisiológicos modificando o equilíbrio homeostático. Há de considerar que a comunidade científica tem se dedicado na busca de terapias que propiciem melhora na homeostasia metabólica tecidual potencializando a atividade celular, condição que pode ocorrer na presença da fotobiomodulação com LED (FBM), assim o objetivo foi avaliar in vitro se a FBM modifica a resposta secretória de insulina em ilhotas pancreáticas isoladas de animais controle e desnutridos, incubadas na presença de diferentes concentrações de glicose. MÉTODO: Ilhotas pancreáticas foram isoladas pelo método da colagenase de ratos jovens tratados com dieta normoproteica ou hipoproteinca e submetidas a incubação a 37±2 ºC na presença de concentrações crescente de glicose sendo submetidas ou não a FBM. A insulina no sobrenadante foi avaliada por ELISA (Enzyme Linked Immuno Sorbent Assay) e os dados foram avaliados por ANOVA e teste de Tukey, p<0,05. RESULTADO: A FBM promoveu elevação na resposta secretória de insulina induzida pela glicose em concentrações secretagogas, fato que corrobora com a indicação que a radiação eletromagnética emitida por um LED pode ser absorvida pelo citocromo c-oxidase, presente nas mitocôndrias das células e essa interação luz-tecido pode promover o aumento na atividade metabólica celular com expressão na maior atividade mitocondrial e modificação na relação ATP/ADP, que é o estímulo inicial que leva a secreção de insulina. CONCLUSÃO: A FBM quando aplicada em ilhotas pancreáticas isoladas (in vitro) promoveu aumento na secreção de insulina sugerindo ter ação ativadora da dinâmica metabólica das células β, possivelmente atuando na atividade mitocondrial.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Fotobiomodulação, Insulina, LED.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar