SAÚDE AMBIENTAL E IMPACTOS DA MINERAÇÃO EM BARCARENA, PARÁ, BRASIL: O CASO DA COMUNIDADE BOM FUTURO

Code: 210504445
70
23
Título

SAÚDE AMBIENTAL E IMPACTOS DA MINERAÇÃO EM BARCARENA, PARÁ, BRASIL: O CASO DA COMUNIDADE BOM FUTURO

Autores(as):
  • Paulo A. M. do Nascimento

    Nascimento, Paulo A. M. do

  • Hilton P. Silva

    Silva, Hilton P.

DOI
10.37885/210504445
Publicado em

03/07/2021

Páginas

96-115

Capítulo

6

Resumo

Objetivo: Este capítulo analisa os impactos na saúde decorrentes da poluição ambiental provocada pelo extravasamento de resíduos industriais da barragem de uma mineradora, que atingiu diretamente a comunidade rural Bom Futuro, em Barcarena, Pará. Método: Utilizou-se as técnicas de entrevista semiestruturada e observação participante, análise dos relatórios da vigilância ambiental, de laudos oficiais e o tratamento dos dados coletados seguiu as etapas de descrição, análise e interpretação qualitativa, sendo utilizada a abordagem da análise de conteúdo. Resultados: No período do desastre as pessoas apresentaram vários sinais e sintomas como dores abdominais, cefaleia, alterações de pele, diarreia, náuseas e vômitos, dentre outros possivelmente resultantes de contaminação ambiental. Conclusão: As ações emergenciais de assistência à saúde e preventivas de saúde ambiental realizadas na área contribuíram para que a situação não se agravasse. Porém, a comunidade ainda aguarda resultados de exames e encaminhamentos especializados para investigação mais aprofundada e garantia do atendimento integral de saúde. Os impactos ambientais ainda não foram mensurados.

Palavras-chave

Amazônia. Poluição Ambiental. Saúde Ambiental. População rural.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.