RESSIGNIFICANDO A HISTÓRIA DE VIDA DE UMA CRIANÇA EM ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL: RELATO DE PESQUISA

Code: 200700726
14
2
Título

RESSIGNIFICANDO A HISTÓRIA DE VIDA DE UMA CRIANÇA EM ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL: RELATO DE PESQUISA

Autor(a):
  • Julyana Sueme Winkler Oshiro

    Oshiro, Julyana Sueme Winkler

DOI
10.37885/200700726
Publicado em

04/11/2020

Páginas

758-780

Capítulo

49

Resumo

No Brasil, inúmeras situações como a violência doméstica, abuso sexual, abandono, entre outros fazem com que as crianças e ou adolescentes sejam encaminhados para uma instituição de acolhimento. Ao ser retirada do convívio familiar e transferida para uma instituição, a criança precisa se adequar a várias mudanças e vivencia intensa carga de ansiedade, Neste trabalho realizou-se uma pesquisa-ação de tipo estudo de caso, baseado nos pressupostos teóricos de Winnicott e teoria do apego, com o objetivo de propiciar a ressignificação da história de vida de uma criança em acolhimento institucional, por meio da elaboração de um álbum de memórias. Participou desta pesquisa uma criança do sexo masculino, com 10 anos de idade, que vive em uma instituição de acolhimento na cidade de Campo Grande-MS. Os resultados deste trabalho mostraram que o álbum funcionou como objeto transicional e possibilitou que a criança pudesse resgatar aspectos de sua identidade e elaborar a sua história de vida fortalecendo seus vínculos afetivos e facilitando a elaboração de sua vivência na instituição.

Palavras-chave

acolhimento institucional, álbum de memórias, criança institucionalizada, vínculo afetivo.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.