REFLEXÕES SOBRE AS ARTICULAÇÕES ENTRE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE

Code: 210303662
14
8
Título

REFLEXÕES SOBRE AS ARTICULAÇÕES ENTRE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE

Autores(as):
  • Ana Paula Bazilio

    Bazilio, Ana Paula

  • Verônica de Souza Gomes

    Gomes, Verônica de Souza

DOI
10.37885/210303662
Publicado em

02/05/2021

Páginas

29-41

Capítulo

2

Resumo

O presente trabalho configura-se como um breve levantamento bibliográfico sobre o surgimento do campo CTS. Apresentando os enfoques europeu e norte-americano que emergiram na década de 60 e 70. Através das perspectivas de diversos autores, como Palacios (2001) e Cuevas (2008). Tendo como objetivo analisar como o campo CTS se caracteriza desde o seu surgimento até a atualidade. Este trabalho parte do seguinte princípio: Como os estudos CTS podem contribuir para a formação de sociedades democráticas, tendo em vista a participação cidadã consciente sobre as tomadas de decisões nos assuntos que os afligem? Os autores abordados fazem uma crítica a participação cidadã nos processos de tomadas de decisões principalmente no que se refere Ciência, Tecnologia e Sociedade. Ou seja, a necessidade dos cidadãos em terem o acesso às informações, no desenvolvimento científico e tecnológico, condições de opinar em todas as decisões do Estado. As decisões não podem contemplar somente os interesses das classes dominante, pois não se configura como uma democracia de fato. Cuevas (2008) relata uma visão positivista da Ciência e da Tecnologia, essa visão foi gerando desconfiança pela sociedade – fim da década de 50. Segundo Palacios (2001), na década de 60 e 70 uma nova política mais intervencionista começa a emergir, onde a participação pública passa a fazer parte nas iniciativas institucionais com a regulação da Ciência e Tecnologia. Nesse viés, diversos autores usam o argumento que: a participação da sociedade em geral evita a desconfiança nas instituições e na Ciência e na Tecnologia. Podemos refletir sobre os estudos do CTS como um campo de trabalho recente, interdisciplinar, heterogêneo e crítico, que busca compreender a dimensão social da ciência e da tecnologia. O campo abrange aspectos de natureza social, política e econômica que perpassam a mudança científica e tecnológica, e as repercussões éticas, ambientais ou culturais que atingem essa mudança (PALACIOS, 2001).

Palavras-chave

Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), Democracia, Desenvolvimento científico.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.