PROSPECÇÃO DE LINHAGENS FÚNGICAS PRODUTORAS DE ENZIMAS HIDROLÍTICAS A PARTIR DE SUBSTRATOS AGROINDUSTRIAIS USADOS EM NUTRIÇÃO ANIMAL

Code: 230111838
Downloads
19
Views
23
Compartilhe
Título

PROSPECÇÃO DE LINHAGENS FÚNGICAS PRODUTORAS DE ENZIMAS HIDROLÍTICAS A PARTIR DE SUBSTRATOS AGROINDUSTRIAIS USADOS EM NUTRIÇÃO ANIMAL

Autores(as):
  • Isac Gabriel Cunha Dos Santos

  • Bruna Alexandrino

  • Eveleise Samira Martins Canto

  • Maurilio Antonio Varavallo

  • Taides Tavares Dos Santos

DOI
  • DOI
  • 10.37885/230111838
    Publicado em

    17/02/2023

    Páginas

    116-130

    Capítulo

    8

    Resumo

    Fungos produzem enzimas hidrolíticas, as quais contribuem para o crescimento e adaptação desses organismos a diferentes substratos e condições ambientais. Além da importância ecológica, as enzimas de origem fúngica podem apresentar potencial de emprego biotecnológico e serem aplicadas no desenvolvimento de diversos produtos e/ou processos de interesse para humanidade. Objetivo: prospectar fungos a partir de substratos agroindustriais usados para nutrição animal e caracterizá-los quanto ao potencial de produção de enzimas celulolíticas e proteolíticas. Método: amostras de grãos de milho triturados e de soja foram adquiridas em mercado local de comercialização de produtos agropecuários e utilizadas para o isolamento e purificação de fungos filamentosos e leveduriformes. Os isolados foram avaliados quanto à produção de celulases e proteases em meio sólido. Resultados: Fungos filamentosos e leveduriformes foram obtidos com sucesso de ambos os substratos. Em relação às contagens populacionais, expressas em UFC/g de substrato, a abundância de fungos filamentosos (3,6 x 10² UFC/g de soja e 4,0 x 103 UFC/g de milho) foi maior que a de leveduras (3,3 x 10² UFC/g de soja e 1,0 x 103 UFC/g de milho). Com relação à produção celulases, todas as leveduras testadas foram negativas, enquanto todos os fungos filamentosos foram positivos. Em relação à produção de proteases, 25% (n = 3/12) dos fungos filamentosos foram positivos. Conclusão: diversas estirpes revelaram potencial para produção de celulases e proteases. Estudos complementares futuros, visando determinar as condições ideais de produção e atividade dessas enzimas, poderão viabilizar o emprego das mesmas no desenvolvimento de produtos e/ou processos biotecnológicos.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Biotecnologia, Celulase, Fungos filamentosos, Leveduras, Protease.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar