PROSPECÇÃO DE BIOSSURFACTANTES A PARTIR DE STREPTOMYCES SP. ISOLADOS DA RIZOSFERA DE ANIBA PARVIFLORA FRAGANS (MACACAPORANGA)

Code: 230111837
Downloads
22
Views
22
Compartilhe
Título

PROSPECÇÃO DE BIOSSURFACTANTES A PARTIR DE STREPTOMYCES SP. ISOLADOS DA RIZOSFERA DE ANIBA PARVIFLORA FRAGANS (MACACAPORANGA)

Autores(as):
  • Amanda De Lima Silva

  • José Jeosafá De Sousa Júnior

  • Sara Freitas De Sousa Ramos

  • Silvia Katrine Rabelo Da Silva

  • Raphael Carlos Ferrer De Santana

DOI
  • DOI
  • 10.37885/230111837
    Publicado em

    17/02/2023

    Páginas

    103-115

    Capítulo

    7

    Resumo

    Cresce a procura por fontes naturais de produtos para os mais diversos usos, como indústrias e métodos de biorremediação, visto que os bioprodutos apresentam vantagens como menor toxicidade e geração de resíduos. Dentre os microrganismos geradores de bioprodutos estão as actinobactérias, reconhecidas por produzirem uma diversidade de moléculas bioativas como antibióticos, antitumorais, enzimas e biossurfactantes. Objetivo: Neste estudo foi verificado a capacidade de cepas de actinobactérias isoladas da rizosfera de Aniba parviflora Syn Fragans, em produzir substâncias biossurfactantes, avaliando sua ação emulsificante em substratos lipídicos e fósseis. Método: As cepas bacterianas foram isoladas e identificadas através de dados morfológicos, bioquímicos e moleculares. Posteriormente, foi realizada a seleção das cepas produtoras das enzimas lipase e esterase, sendo que as cepas com maiores índices enzimáticos foram selecionadas para os testes de produção de biossurfactantes. Resultados: Os 11 isolados foram identificadas como pertencentes ao gênero Streptomyces sp., e os valores de índice de emulsificação encontrados são promissores quando comparadas a estudos com o gênero Bacillus. Conclusão: A maior ação emulsificante foi registrada para o líquido do cultivo bacteriano das cepas Streptomyces sp. MPO2 e Streptomyces sp. MPO11, indicando que a ação biossurfactante seja resultante de moléculas associadas à biomassa bacteriana.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Streptomyces sp., Emulsão, Óleos vegetais, Biossurfactante.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar