PROCESSO DECISÓRIO DE COMPRA E CARACTERIZAÇÃO DO CONSUMIDOR DE CARNE SUÍNA NA CIDADE DE PALMAS- TO

Code: 201202579
9
5
Título

PROCESSO DECISÓRIO DE COMPRA E CARACTERIZAÇÃO DO CONSUMIDOR DE CARNE SUÍNA NA CIDADE DE PALMAS- TO

Autores(as):
  • Clauber Rosanova

    Rosanova, Clauber

  • Geovanne Ferreira Rebouças

    Rebouças, Geovanne Ferreira

  • Douglas Messias Lamounier Camargos Rezende

    Rezende, Douglas Messias Lamounier Camargos

  • Marilia Gomes Ismar

    Ismar, Marilia Gomes

  • Walter Augusto dos Santos Marinho

    Marinho, Walter Augusto dos Santos

  • Mírian Das Mercês Pereira da Silva

    Silva, Mírian das Mercês Pereira da

  • Paulo Vitor Divino Xavier de Freitas

    Freitas, Paulo Vitor Divino Xavier de

DOI
10.37885/201202579
Publicado em

29/01/2021

Páginas

535-546

Capítulo

36

Resumo

O objetivo com o presente trabalho foi identificar e analisar os fatores que afetam os aspectos relacionados à compra e traçar o perfil do consumidor de carne suína na cidade de Palmas-TO. Foi analisado se características sócio demográficas de sexo, idade, estado civil, renda e tempo dedicado ao trabalho afetaram as decisões de compra. A metodologia foi elaborada fundamentada na técnica de Survey, com base em um corte transversal, com variáveis quantitativas e qualitativas, onde primeiramente se definiu a população estudada e o modelo de amostragem; totalizando 400 entrevistas pessoais nos pontos de venda e foram utilizados questionários estruturados apenas com questões fechadas. O consumidor de carne suína da cidade de Palmas-TO, possui em sua maioria uma percepção sobre a qualidade da matéria prima a ser adquirida e que há predomínio do sexo feminino nos pontos de venda apesar do consumo ser maior pelo público masculino, e que a carne suína é a segunda na preferência dos consumidores do sexo masculino e a terceira quanto ao sexo feminino. O principal local de compras foram os supermercados, a carne resfriada foi a mais procurada e entre a população do sexo masculino há predomínio do consumo de carnes e cortes com maiores teores de gordura. Apesar da quase totalidade dos entrevistados conhecerem o carimbo do S.I.F e sua finalidade a maioria dos consumidores não verifica no ato da compra se o produto foi ou não inspecionado. O fator preço não foi apontado como condicionante nas relações de compra e consumo da carne suína e os principais fatores de atração apontados pelos consumidores foram sabor e suculência. Do público feminino pesquisado 22,98% relataram não consumir carne suína e do público masculino apenas 9,09% relataram não consumir carne suína. Os resultados apontam que a carne suína não é prioritária no dia a dia das famílias dos entrevistados, sendo o consumo quinzenal o mais frequente e a média de consumo de 2,0 kg de carne suína por família a cada semana, sendo o pernil o corte mais comercializado e consumido. O conhecimento e o foco orientado para o consumidor é fundamental para se antecipar às suas necessidades e desejos, superando as suas expectativas e essas características foram identificadas como básicas para que a organizações possam satisfazê-lo, com vistas a manter a sua fidelidade.

Palavras-chave

agronegócio, carne suína, consumidor, mercado.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.