PRESSÃO ARTERIAL COMO FATOR DE RISCO CARDIOVASCULAR EM ADOLESCENTES DE ACORDO COM ESTADO NUTRICIONAL

Code: 201202357
8
3
Título

PRESSÃO ARTERIAL COMO FATOR DE RISCO CARDIOVASCULAR EM ADOLESCENTES DE ACORDO COM ESTADO NUTRICIONAL

Autores(as):
  • Eliane Rodrigues de Mattos

    Mattos, Eliane Rodrigues de

  • Aline Barro

    Barro, Aline

  • Durcelina Schiavoni Bortoloti

    Bortoloti, Durcelina Schiavoni

DOI
10.37885/201202357
Publicado em

14/01/2021

Páginas

417-424

Capítulo

30

Resumo

Introdução: A pressão Arterial (PA) elevada tem aumentado substancialmente entre adolescentes e juntamente com a obesidade são indicados como importantes fatores de risco para doenças cardiovasculares. Objetivo: Verificar a Pressão Arterial Sistólica (PAS) e Diástolica (PAD) em adolescentes de acordo com estado nutricional. Métodos: A amostra foi composta por 332 meninos e 394 meninas com idades entre 11-17 anos estudantes de escolas públicas do município de Francisco Beltrão-PR. Para verificar o estado nutricional utilizou-se o Índice de Massa Corporal (IMC). Para aferição da PA utilizou-se método automático. Para classificação dos adolescentes em normotensos (NT), pressão arterial elevada (PAE), empregou-se as tabelas normativas (SBP, 2019). Para análises dos dados utilizou-se a estatística descritiva, tabelas de frequências com dados percentuais da PAS, PAD e IMC, o teste de qui-quadrado para associações entre PA e IMC, o teste de Mann-Whitney para diferenças entre gêneros, a significância adotada foi p˂0,05. Resultados: Foram encontradas diferenças para a PAS entre meninos (118 ± 20 mmHg) e meninas (112 ± 12) (p˂0,05), contudo sem diferenças para a PAD. A prevalência de PAS elevada foi de 22,6% nos meninos e 9,4% para meninas, para a PAD as prevalências foram de 9% para meninos e 6,1% para as meninas. A prevalência de adolescentes com sobrepeso ou obesidade foi de 24,7% e 21,1% para meninos e meninas respetivamente. Foram identificadas associações significativas entre o excesso de peso e PAS (p<0,05). Conclusão: O presente estudo demonstrou prevalência preocupante de PA elevada nos escolares, principalmente em meninos e o estado de sobrepeso ou obesidade foi associado a tal problema. Assim, estratégias de diagnóstico e intervenção precoce de pressão arterial elevada e sobrepeso em adolescentes se tornam necessárias, pois isoladamente ou associadas são fatores de risco para doenças cardiovascular.

Palavras-chave

Adolescentes, Sobrepeso, Pressão Arterial

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.