PRÁTICAS TERRITORIAIS VOLTADAS PARA A INFÂNCIA-JUVENTUDE DESENVOLVIDAS EM UMA COMUNIDADE DE PRÁTICAS EMANCIPATÓRIAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Code: 220207850
Downloads
4
Views
23
Compartilhe
Título

PRÁTICAS TERRITORIAIS VOLTADAS PARA A INFÂNCIA-JUVENTUDE DESENVOLVIDAS EM UMA COMUNIDADE DE PRÁTICAS EMANCIPATÓRIAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores(as):
  • Diego Almeida

  • Luciana Cordeiro

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220207850
    Publicado em

    31/03/2022

    Páginas

    411-417

    Capítulo

    31

    Resumo

    Levando-se em conta a vulnerabilidade e a condição infanto-juvenil no território Dunas, docentes do núcleo de Terapia Ocupacional Social da UFPel propuseram a criação de uma “comunidade de práticas emancipatórias”, CoPE, a fim de fomentar alternativas de pesquisa, formação e extensão que perseguissem a democratização do bem público universitário por meio de práticas coletivas. Objetiva-se neste trabalho relatar as experiências territoriais desenvolvidas junto às escolas e UBS, destinadas à infância/juventude. Pata tanto, elegeu-se a pesquisa-ação emancipatória (PAE), que tem como finalidade a produção de saberes implicados com a transformação social, por meio de processo educativo facilitador, resguardando a participação radical das pessoas envolvidas e o desenvolvimento de consciências críticas. Foram empregadas diferentes técnicas, como as caminhadas, reuniões com equipamentos públicos e lideranças sociais, oficinas de atividades, dinâmicas e projetos, rodas formativas. As ações realizadas até o presente momento, proporcionaram, simultaneamente, a produção de saberes sobre o território, bem como (re)conhecimentos entre atores, com vistas à consolidação de uma comunidade de práticas. O estímulo à participação social de todos os atores aconteceu mediante as estratégias de deflagração da realidade e convite ao engajamento nos problemas coletivos.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Comunidade de práticas, Terapia ocupacional, Terapia ocupacional social, Infância e juventude, Emancipação.

    Publicado no livro

    OPEN SCIENCE RESEARCH II

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar