POTENCIAL DE MAURITIA FLEXUOSA MART. COMO ANTIMICROBIANO E MODULADOR DE RESISTÊNCIA DE CEPAS DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS

Code: 200801133
Downloads
19
Views
33
Compartilhe
Título

POTENCIAL DE MAURITIA FLEXUOSA MART. COMO ANTIMICROBIANO E MODULADOR DE RESISTÊNCIA DE CEPAS DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS

Autores(as):
  • Thiago Pereira Chaves

  • Gil Sander Próspero Gama

  • Samuel de Barros Silva

  • Raizza Eveline Escórcio Pinheiro

  • João Sammy Nery Souza

DOI
  • DOI
  • 10.37885/200801133
    Publicado em

    29/10/2020

    Páginas

    630-638

    Capítulo

    50

    Resumo

    A descoberta dos fármacos antimicrobianos representou um dos maiores avanços na medicina. No entanto, seu uso indiscriminado possibilitou o surgimento de cepas resistentes, exigindo, cada vez mais, um aumento progressivo das doses dos antibióticos, além de tratamentos mais prolongados. As plantas são ricas fontes de substâncias com propriedades terapêuticas e despontam como alternativa. Mauritia flexuosa Mart é uma palmeira nativa do Cerrado brasileiro, conhecida popularmente com buriti, que tem seu uso consolidado na medicina popular no tratamento de infecções e como um poderoso cicatrizante. O objetivo deste estudo foi verificar a atividade antibacteriana e moduladora do extrato de M. flexuosa frente a cepas de S. aureus multirresistentes. O extrato vegetal foi preparado utilizando-se etanol absoluto, pelo método de maceração. Foram testadas cepas multirresistentes de S. aureus: S. aureus 29 - produtora de β-lactamase; S. aureus 55 (MRSA). A Concentração Inibitória Mínima (CIM) foi avaliada pelo método de microdiluição em caldo. A modulação foi realizada com o mesmo método, onde a CIM dos fármacos foi determinada na presença e na ausência do produto vegetal. Os resultados obtidos mostraram que o extrato, quando utilizado isoladamente, não apresentou atividade antibacteriana significativa. Porém, nos testes de modulação, onde houve associação do produto vegetal com os antibióticos observou-se a redução da diminuição na CIM de alguns fármacos, destacando-se a gentamicina. Os ensaios com a vancomicina, ceftriaxona e o ciprofloxacino, apresentaram resultados significativos apenas frente a S. aureus MED 55. M. flexuosa possui potencial para utilização na antibioticoterapia, entretanto, estudos posteriores são necessários para identificar os mecanismos e substâncias envolvidas.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Buriti, Produtos naturais, Resistência microbiana

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar