POR QUANTO TEMPO VAI DOER? PESQUISA ACERCA DO TEMPO DE ELABORAÇÃO DO DIVÓRCIO EMOCIONAL DE ACORDO COM A POSIÇÃO OCUPADA PELOS CÔNJUGES

Code: 211207053
Downloads
9
Views
30
Compartilhe
Título

POR QUANTO TEMPO VAI DOER? PESQUISA ACERCA DO TEMPO DE ELABORAÇÃO DO DIVÓRCIO EMOCIONAL DE ACORDO COM A POSIÇÃO OCUPADA PELOS CÔNJUGES

Autores(as):
  • Danielle Doss Damo

  • Géssica Regina Borgmann

DOI
  • DOI
  • 10.37885/211207053
    Publicado em

    02/04/2022

    Páginas

    80-96

    Capítulo

    6

    Resumo

    Tendo em vista que divorciar-se implica em inúmeras modificações situacionais e psíquicas aos envolvidos, pesquisar aspectos relacionados ao divórcio é de suma importância, tanto aos indivíduos que possam estar diante desse processo, como aos profissionais que atuam diretamente nesse contexto, a fim de minimizar desgastes e sofrimentos desnecessários. Objetivo:Este estudo propõe discutir como a posição ocupada pelo cônjuge e o tempo transcorrido na realização do divórcio interfere nos sentimentos vivenciados, bem como na elaboração do divórcio emocional. Método: A pesquisa foi realizada com 159 pessoas divorciadas. Foram utilizadas como referência quatro posições no processo de divórcio, a de iniciador, não iniciador, iniciador porta-voz e não iniciador ativo. Estas posições foram correlacionadas por meio de análise de correspondência com as variáveis dos sentimentos experienciados (tristeza, alegria, raiva, revolta, frustração, alívio, arrependimento, medo, indiferença, saudades, ciúmes, esperança, solidão, empolgação, felicidade e outros sentimentos) aos 3 meses, 1 ano e 3 anos após o divórcio. Resultados: A pesquisa apontou a passagem do tempo como fator importante para a elaboração emocional do divórcio. Especialmente após três anos decorridos da ruptura amorosa há significativa redução dos sentimentos dolorosos ou desconfortáveis relacionados divórcio. Assim como nesse mesmo período de tempo há significativo aumento dos sentimentos de alegria e felicidade. Diferentes posições ocupadas na situação de divórcio apresentam diferentes tempos de elaboração do divórcio emocional. Conclusão: As posições ocupadas fazem diferença na elaboração do divórcio no que refere ao tempo.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Divórcio, Divórcio emocional, Emoções, Psicologia clínica.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar