PLANTAS MEDICINAIS BRASILEIRAS COM ATIVIDADE ANTICÂNCER

Code: 220408507
37
13
Título

PLANTAS MEDICINAIS BRASILEIRAS COM ATIVIDADE ANTICÂNCER

Autores(as):
  • Arthur Barcelos Ribeiro

    Ribeiro, A.B.

  • Iara Silva Squarisi

    Squarisi, I.S.

  • Denise Crispim Tavares

    Tavares, D.C.

DOI
10.37885/220408507
Publicado em

01/05/2022

Páginas

116-134

Capítulo

9

Resumo

O câncer é considerado um problema mundial de saúde pública. Causado por múltiplas e contínuas exposições do DNA a numerosos fatores ambientais e fatores endógenos responsáveis por desencadear o processo da carcinogênese. Considera-se a quimioterapia a modalidade mais eficaz e amplamente utilizada na maioria dos tipos de neoplasias malignas. Os produtos naturais proporcionam destaque para substâncias com aplicações na quimioterapia do câncer. As plantas medicinais contêm princípios ativos gerados por vários processos metabólicos, que Governam a presença de componentes químicos ou moléculas bioativas. O Brasil é um país com elevada biodiversidade, incluindo um grande número de espécies de plantas tropicais amplamente utilizadas na medicina tradicional. As plantas medicinais são utilizadas atualmente para o tratamento de diversas doenças e sintomas. Nesse sentido, o presente estudo apresenta uma síntese 38 plantas medicinais nativas do Brasil pertencentes aos biomas Amazônia, Mata-Atlântica, Cerrado, Caatinga, Pampa e Pantanal que apresentam atividade antiproliferativo-in vitro e antitumoral-in vivo relatada pela literatura científica. O conhecimento resultante do presente estudo pode contribuir com futuras investigações na busca de novas substâncias antineoplásicas mais eficazes e seguras.

Palavras-chave

Câncer, Quimioterapia, Biomas brasileiros.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.