PERFIL SOCIOECONÔMICO, PRODUTIVO E COMERCIAL DOS PRODUTORES DE FRUTAS E HORTALIÇAS EM TANGARÁ DA SERRA – MT: PARA DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTAS DIGITAIS

Code: 210504737
23
5
Título

PERFIL SOCIOECONÔMICO, PRODUTIVO E COMERCIAL DOS PRODUTORES DE FRUTAS E HORTALIÇAS EM TANGARÁ DA SERRA – MT: PARA DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTAS DIGITAIS

Autores(as):
  • Letícia Graziella Teixeira Nunes

    Nunes, Letícia Graziella Teixeira

  • Willian Krause

    Krause, Willian

  • Cleci Grzebieluckas

    Grzebieluckas, Cleci

  • Débora Luiza Fontana Gotardo

    Gotardo, Débora Luiza Fontana

DOI
10.37885/210504737
Publicado em

01/07/2021

Páginas

518-534

Capítulo

35

Resumo

A produção de frutas e hortaliças pelos agricultores de pequenas propriedades em Tangará da Serra-MT, tem sido uma alternativa de renda. Desta forma, o objetivo do estudo foi obter uma visão sistêmica da produção, comercialização e consumo de frutas e hortaliças em Tangará da Serra – MT, visando o desenvolvimento de ferramentas digitais que possam auxiliar os agricultores. Os dados foram coletados em pesquisa direta, por meio de questionário estruturado, com perguntas abertas e fechadas, e variáveis quantitativas e qualitativas. A população pesquisada foram 162 produtores e 383 consumidores de frutas e hortaliças do município de Tangará da Serra-MT. Quanto ao perfil socioeconômico, 75% são proprietários, 32% tem idade entre 51 e 60 anos, 63% possuem somente ensino fundamental, 58% têm renda familiar igual ou superior de 4 salários-mínimos e apenas 51 produtores recebem assistência técnica. A maioria das propriedades (62%) possui área de até 10 ha, 95% praticam o cultivo convencional de 17 variedades de frutas e 37 tipos de hortaliças. Os canais de comercialização mais utilizados são as feiras livres e a venda direta para supermercados, comércio e outros, embora 59% utilizem apenas um canal. No perfil de consumo, 52% dos entrevistados consomem frutas e hortaliças diariamente, 68% gastam até R$ 50,00 por semana com estes produtos e o principal motivo de consumo é a preferência por alimentação saudável. Os poucos canais de comercialização dificultam a ampliação das vendas e do mercado consumidor, sendo necessário o desenvolvimento de ferramentas digitais para resolver este problema.

Palavras-chave

Horticultura, Comercialização, Desenvolvimento rural, Ferramenta digital.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.