PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS PRODUTORES E QUALIDADE QUÍMICA DOS SOLOS EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGROECOLÓGICOS E CONVENCIONAIS DE HORTALIÇAS

Code: 200800870
Downloads
8
Views
14
Compartilhe
Título

PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS PRODUTORES E QUALIDADE QUÍMICA DOS SOLOS EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGROECOLÓGICOS E CONVENCIONAIS DE HORTALIÇAS

Autores(as):
  • Alexandra Pereira dos Santos

  • Carla da Silva Sousa

  • Ívina Paula de Oliveira Santos

  • Josane Cardim de Jesus

  • Ancelmo Rocha Silva

  • Marcella Jacyara Barreto de Matos

DOI
  • DOI
  • 10.37885/200800870
    Publicado em

    15/10/2020

    Páginas

    68-87

    Capítulo

    6

    Resumo

    A produção sustentável de alimentos demanda sistemas agrícolas que considerem todos os elementos ambientais e humanos e suas inter-relações de modo a proporcionar um ambiente equilibrado, com alimentos saudáveis e conservando a fertilidade do solo. O presente estudo deve como objetivo avaliar o perfil socioeconômicos dos produtores de hortaliças e a qualidade do solo em dois sistemas agrícolas (agroecológico x convencional) de propriedades familiares localizadas no Sudoeste Bahia. Inicialmente foi realizada a aplicação de questionários estruturados in loco em 84 áreas localizados no Território de Identidade do Médio Sudoeste da Bahia durante o período de julho 2016 a dezembro de 2017. Foram selecionadas 14 áreas, classificadas de acordo com o tipo de insumos utilizados em: 1) sete propriedades convencionais (utilização de NPK + compostos orgânicos e defensivos químicos) e 2) sete propriedades agroecológicas (utilização de esterco bovino e defensivos alternativos), áreas de mata e pastagem. Nas propriedades foram realizadas coletas de amostras de solo da camada de 0 - 20 cm de profundidade. Os atributos físicos e químicos avaliados foram: granulometria, pH (H2O), pH (CaCl), acidez potencial (H+Al), teores de potássio (K), fósforo (P), ferro (Fe), zinco (Zn), cobre (Cu), manganês (Mn), alumínio (Al), cálcio (Ca), magnésio (Mg), enxofre (S), boro (B), condutibilidade elétrica e matéria orgânica do solo. Os dados obtidos foram submetidos a análise descritiva e a análise de variância (ANOVA). Os resultados demostram que o cultivo de hortaliças é realizado, em sua maioria, no sistema convencional, por homens, com idade acima de 40 anos, em estabelecimentos rurais menores que um hectare. Os atributos químicos do solo avaliados foram influenciados pelo sistema de cultivo (p<0,05), como exceção do pH (CaCl) e dos teores de K e S. O manejo agroecológico, com baixo uso de insumos externos, contribui com o aumento dos teores de Fe, Mn, Cu e B e diminuição da CE dos solos.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Fertilidade, agroecologia, manejo do solo, sistema de cultivo, hortaliças.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar