PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS MULHERES ACOMETIDAS POR CÂNCER DE COLO DO ÚTERO: CÂNCER DE COLO DO ÚTERO

Code: 230111846
Downloads
33
Views
40
Compartilhe
Título

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS MULHERES ACOMETIDAS POR CÂNCER DE COLO DO ÚTERO: CÂNCER DE COLO DO ÚTERO

Autores(as):
  • Kecyani Lima Dos Reis Reis

  • Betanha Nunes Da Silva Silva

  • Francisca Das Chagas Granja Araújo Araújo

  • Sarah Laís Rocha Rocha

  • Mércia Rodrigues Lacerda Lacerda

DOI
  • DOI
  • 10.37885/230111846
    Publicado em

    28/02/2023

    Páginas

    410-425

    Capítulo

    29

    Resumo

    Introdução: O câncer do colo do útero é o terceiro tipo mais comum de câncer entre as mulheres, onde pode ser prevenido mediante a realização do exame citopatológico do colo do útero, a partir do rastreamento possibilitando a visualização das lesões e diagnóstico precoce da doença. O câncer de colo uterino (CCU) constitui um grave problema de saúde que atinge as mulheres em todo o mundo. Os países em desenvolvimento são responsáveis por 80% desses casos, e o Brasil representa uma taxa expressiva desta estatística. As taxas mais elevadas se encontram nas regiões Norte e Nordeste; Sul e Sudeste mostram taxas mais baixas, enquanto região. Objetivo: Traçar o perfil epidemiológico das mulheres acometidas por câncer de colo do útero no CRISMU, Marabá/PA. Metodologia: Trata-se de um estudo analítico, descritivo de campo, retrospectivo e de abordagem quantitativo no CRISMU Marabá/PA. Utilizará da coleta de dados nos prontuários das pacientes que já passaram e que estão em tratamento no Centro de Referência Integrado a Saúde da Mulher (CRISMU), referente ao período de janeiro a dezembro de 2019 correspondente a 01 ano de operação. Resultados e Discussões: O número amostral deste estudo constituiu-se de 50 prontuários de pacientes do CRISMU, no município de Marabá-PA no ano de 2019, que atenderam os critérios de inclusão previamente estabelecidos. Em relação a idade, a maior faixa etária foi de 41 a 50 anos, com prevalência (40%) da primeira relação sexual entre de 16 a 18 anos, sendo que 54% tiveram entre 01 à 03 gestações, e 42% tiveram acima de 04 gestações. Dentre o percentual de mulheres acometidas com ISTs, 80% receberam tratamento, sendo que, 44% realizaram exame de PCCU 01 (uma) vez ao ano. Considerações finais: A partir do presente trabalho foi possível identificar que o câncer do colo do útero possui uma grande significativa entre as doenças que ocasionam a morbimortalidade de mulheres no Brasil, acometendo em maior parte mulheres jovens adultas, o que permite observar que este tipo de câncer constitui um problema de saúde pública para o Estado do Pará, especificamente no Município de Marabá.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Câncer, Útero, Fatores do Câncer, Exame Papanicolau.

    Publicado no livro

    OPEN SCIENCE RESEARCH X

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar