OFICINAS DE ARTES PARA BORDAR E PENSAR: INTERCULTURALIDADE E IDENTIDADENO ENSINO DE ARTES VISUAIS

Code: 201202449
4
1
Título

OFICINAS DE ARTES PARA BORDAR E PENSAR: INTERCULTURALIDADE E IDENTIDADENO ENSINO DE ARTES VISUAIS

Autores(as):
  • Elsieni Coelho da Silva

    Silva, Elsieni Coelho da

  • Marcia Inez da Silva

    Silva, Marcia Inez da

DOI
10.37885/201202449
Publicado em

01/04/2021

Páginas

189-200

Capítulo

15

Resumo

A poética do bordado, enquanto abordagem intercultural e identitária no ensino de Artes Visuais, trata-se de uma pesquisa-ação qualitativa e fenomenológica. Possui o intuito de construir reflexões narrativas em torno de uma experiência com alunos do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental. Como questão norteadora das reflexões procuramos responder: quais as potencialidades do bordado como referencial estético cotidiano para reflexões interculturais e identitárias? A experiência de apreciar e vivenciar a arte articulada à realidade do aluno promove o ensino de artes visuais como um espaço de educação intercultural, um caminho possível para a alteridade.

Palavras-chave

Bordado. Artes Visuais. Ensino Fundamental.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.