OFICINA DE MANEJO DE SEMENTES FLORESTAIS E AGRÍCOLAS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO ESTADO DO MARANHÃO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Code: 210102742
13
5
Título

OFICINA DE MANEJO DE SEMENTES FLORESTAIS E AGRÍCOLAS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO ESTADO DO MARANHÃO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores(as):
  • Maria Elisabeth Detert

    Detert, Maria Elisabeth

  • Camila Nunes Santos Lima

    Lima, Camila Nunes Santos

  • Josewania Coelho Ferreira

    Ferreira, Josewania Coelho

  • André Brenner de Alencar Pageú

    Pageú, André Brenner de Alencar

DOI
10.37885/210102742
Publicado em

02/02/2021

Páginas

172-182

Capítulo

13

Resumo

Os assentamentos rurais da reforma agrária do Maranhão - MA, são territórios detentores de um importante patrimônio etnobotânico, localizados em diferentes biomas como Amazônia, Matas de Cocais e Cerrado. O objetivo deste trabalho é socializar informações sobre as experiências de oficinas de manejo de sementes agrícolas e florestais, realizadas através de um projeto de assistência técnica rural pública do INCRA, quanto mecanismo de fomento a ações de conservação e manejo agroextrativista sustentável, em quatro PAE - Projeto de assentamento agroextrativista no estado do Maranhão. Para tal, realizou-se uma oficina de identificação de espécies vegetais agrícolas e florestais, com foco em técnicas de coleta, beneficiamento e armazenamento de sementes. Como resultado foi possível identificar 58 espécies florestais, com 12 classificações de uso, entre finalidades medicinais, alimentícias, madeireiras e ecológicas, revelando o potencial de construção de um banco de sementes e incentivo ao agro-extrativismo.

Palavras-chave

Etnobotânica; Agro-extrativismo; Biodiversidade.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.