O UNIVERSAL HETEROSSEXUAL, A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E PESSOAS LGBTQIAPN NO CONTEXTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA

Code: 231215295
9
0
Título

O UNIVERSAL HETEROSSEXUAL, A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E PESSOAS LGBTQIAPN NO CONTEXTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA

Autores(as):
  • Maria Clara Ramos Nery

    Ramos Nery, Maria Clara

  • Berenice Falconi Baptista

    BAPTISTA, BERENICE FALCONI

  • Rodrigo Amarante

    AMARANTE, RODRIGO

  • Vitoria Chaves Vizzotto

    VIZZOTTO, VITORIA CHAVES

DOI
10.37885/231215295
Publicado em

01/03/2024

Páginas

88-118

Capítulo

6

Resumo

O presente estudo envolve a exploração do universalismo e do particularismo de grupos sociais, tais como a comunidade LGBTQIAPN, a posição da mulher na sociedade brasileira e, em última análise, a diversidade sexual e de gênero. Este exame está fundamentado no contexto do patriarcalismo brasileiro, cujas raízes remontam ao processo de colonização da nossa sociedade. O conceito de "universal heterossexual" sustenta a normatividade heterossexual como o padrão de normalidade, relegando tudo que se afasta desse padrão socialmente aceito para a categoria de "casos desviantes". Buscamos, neste escopo, investigar como esses padrões contribuem para a marginalização e a violência contra mulheres e pessoas LGBTQIAPN5, com base em concepções machistas que se originam do patriarcalismo constitutivo da esfera sociocultural brasileira. Metodologicamente, este trabalho tem origem em observações exploratórias e discussões realizadas no grupo de pesquisa certificado pelo CNPQ, intitulado "Danos Colaterais do Universo Heterossexual". Este grupo se dedica à pesquisa sobre diversidade sexual e de gênero na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul – UERGS, com o objetivo de verificar se, no contexto do ensino superior, persistem os determinantes da normatividade heterossexual. A questão investigativa que norteia este estudo é a seguinte: em que medida a imposição da normatividade heterossexual, fundamentada no patriarcalismo como padrão social e cultural universal na sociedade brasileira, contribui para a marginalização, invisibilidade e discriminação das identidades LGBTQIAPN e para a violência contra a mulher, resultado do machismo decorrente de uma estrutura patriarcal? Portanto, é relevante destacar que o presente estudo, oriundo do trabalho realizado no mencionado grupo, pode desempenhar um papel significativo na investigação e conscientização sobre os impactos negativos do heterossexismo. Isso se dá pela consideração de que, no contexto das sociedades, o universal inevitavelmente se confronta com os particularismos de diversos grupos sociais.

Palavras-chave

diversidade sexual, gênero, patriarcalismo, universalismo, heterossexualidade, normatividade.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.