O MATERIALISMO HISTÓRICO E DIALÉTICO NA RELAÇÃO SOCIEDADE E NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS

Code: 220308335
Downloads
14
Views
18
Compartilhe
Título

O MATERIALISMO HISTÓRICO E DIALÉTICO NA RELAÇÃO SOCIEDADE E NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS

Autores(as):
  • Marcos Vinícius Furtado Gomes

  • Paulo Eduardo Rolim Campos

  • Fabio Del Monte Cocozza

  • Ana Rosa Peixoto

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220308335
    Publicado em

    01/05/2022

    Páginas

    2472-2487

    Capítulo

    186

    Resumo

    Atualmente o debate sobre as questões ambientais tem se tornado centrais, porém muitos desses debates carecem de uma perspectiva crítica. Com o aumento da degradação, surge a necessidade de proteger e conservar a natureza, e consequentemente surgem conflitos e a incorporação da perspectiva ideológica do modelo econômico vigente nas questões ambientais, aqui focado no que se refere a áreas protegidas. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo realizar uma análise das relações sociais, econômicas e ambientais que ocorrem dentro das unidades de conservação brasileira tomando como base o método do Materialismo Histórico e Dialético derivado do pensamento marxiano e de pensadores e cientistas que se utilizaram dessas ideias nas relações ambientais, bem como analisar a discussão teórica com o exemplo prático da comunidade indígena dos Índios Potiguara na Área de Proteção Ambiental da Barra de Mamanguape. A análise baseada no materialismo histórico parte, do fato que os problemas ambientais são consequências da organização social em que a natureza está assentada à categoria de mercadoria. Marx concebe a história como um conhecimento dialético e materialista da realidade social e sua interrelação entre o pensamento e o ser. A dialética surge como uma tentativa de superação da dicotomia, da separação entre o sujeito e o objeto. Observou-se que a análise a partir do método utilizado pode trazer uma perspectiva crítica a respeito das temáticas ambientais e que a incorporação da lógica capitalista na proteção e conservação de áreas naturais trazem problemas relativos a conflitos e percas de conhecimentos tradicionais dos povos.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Área de Proteção Ambiental da Barra de Mamanguape, Dialética, Marx, Natureza, Potiguara..

    Publicado no livro

    OPEN SCIENCE RESEARCH III

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar