NECROLAZER – APONTAMENTOS E PERSPECTIVAS SOBRE A POLÍTICA DO ESTADO PARA OS DIVERTIMENTOS DAS PESSOAS NEGRAS EM SALVADOR-BA (1890-1910)

Code: 230211904
Downloads
12
Views
20
Compartilhe
Título

NECROLAZER – APONTAMENTOS E PERSPECTIVAS SOBRE A POLÍTICA DO ESTADO PARA OS DIVERTIMENTOS DAS PESSOAS NEGRAS EM SALVADOR-BA (1890-1910)

Autor(a):
  • Danilo Da Silva Ramos

DOI
  • DOI
  • 10.37885/230211904
    Publicado em

    28/02/2023

    Páginas

    2150-2158

    Capítulo

    149

    Resumo

    O presente trabalho é parte dos resultados de uma pesquisa de mestrado, intitulada “Resistir para se divertir, se divertir para existir: os “selvagens divertimentos” das pessoas negras em Salvador (BA) na virada do século (1890-1910)”. Irei discutir a partir de periódicos e as legislações vigentes com o objetivo de analisar as formas em que se desenvolveram os divertimentos da população negra em Salvador (Bahia), no período do pós-abolição entre 1890-1910. E desta forma, surge a apresentação das formas de resistência das pessoas negras para praticarem seus divertimentos em contraponto a política repressora do estado.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Necrolazer. Divertimentos, Pessoas negras, (re)existências.

    Publicado no livro

    OPEN SCIENCE RESEARCH X

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar