MODELAGEM ESTATÍSTICA DA PRODUÇÃO DE BIOETANOL PROVENIENTE DE REJEITOS DE FRUTAS

Code: 200500290
Downloads
27
Views
38
Compartilhe
Título

MODELAGEM ESTATÍSTICA DA PRODUÇÃO DE BIOETANOL PROVENIENTE DE REJEITOS DE FRUTAS

Autores(as):
  • Rhuan Ribeiro

  • Matheus Viana

  • Glauber Marques

  • Ruan Cabral

  • Paulo Júnior

  • Pedro Campos

  • Otavio Chase

  • José Almeida

DOI
  • DOI
  • 10.37885/200500290
    Publicado em

    29/07/2020

    Páginas

    110-117

    Capítulo

    13

    Resumo

    Este trabalho tem como objetivo descrever um procedimento experimental para a síntese de bioetanol por fermentação alcoólica de matéria orgânica, a partir do uso de frutas descartadas. Com base nos procedimentos realizados na análise estatística de experimentos fatoriais, foi utilizado para verificar a influência das variáveis ​​independentes: quantidade de mosto e tempo de fermentação, em relação à resposta ao rendimento. A fermentação alcoólica foi obtida a partir de polpa de maçãs (Malus communis) e tangerinas (Citrus reticulata), bem como por microorganismo (Saccharomyces cerevisiae). Como resultado, o valor máximo de produção ficou em torno de 17,5% v.v-1, o que confere aos resíduos de frutas um alto potencial para uso na produção de bioetanol. A avaliação estatística foi usada para otimizar a condição de entrada e o valor de 19,06% v.v-1 foi estimado. Assim, este trabalho apresenta um modelo significativo de viabilidade econômica e importância ambiental devido ao aproveitamento de resíduos orgânicos urbanos.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    biocombustíveis, produção, experimental, resíduos, de, biomassa, análise, estatística

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar