MENINGOENCEFALITE AMEBIANA CAUSADA POR NAEGLERIA FOWLERI: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Code: 211106563
Downloads
40
Views
54
Compartilhe
Título

MENINGOENCEFALITE AMEBIANA CAUSADA POR NAEGLERIA FOWLERI: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores(as):
  • Mariana Berbert de Carvalho

  • Lauren Hubert Jaeger

  • Paula Rocha Chellini

DOI
  • DOI
  • 10.37885/211106563
    Publicado em

    01/12/2021

    Páginas

    248-265

    Capítulo

    20

    Resumo

    Naegleria fowleri é uma ameba termofílica de vida livre patogênica, encontrada principalmente em locais de água doce, como lagos, fontes termais, lagoas e espaços recreativos. N. fowleri causa meningoencefalite amebiana primária (MAP), uma doença fulminante que afeta o cérebro. A ameba também conhecida como “ameba comedora de cérebro” entra no nervo olfatório e migra para o cérebro através da placa ciribriforme. A maioria das infecções é adquirida durante a natação ou mergulho em água doce, embora poucas infecções adquiridas por meio de irrigação nasal e uso de água encanada doméstica tenham sido documentadas. O objetivo deste trabalho foi relatar casos de MAP através da revisão de artigos da literatura mundial consultados nas bases de dados Google acadêmico, Pubmed, Scielo e Lilacs e, dessa forma, promover a conscientização dos profissionais de saúde da importância de um diagnóstico correto e em tempo hábil para a sobrevivência dos pacientes. O desenvolvimento de estratégias preventivas e maior número de compostos terapêuticos eficazes a serem realizadas em tempo reduzido são imprescindíveis para conter essa patologia.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Meningoencefalite amebiana primária, Naegleria fowleri, Relatos de caso.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar