INIBIÇÃO IN VITRO DO CRESCIMENTO MICELIAL SCLEROTINIA SCLEROTIORUM PELA AÇÃO DE ÓLEO ESSENCIAL DE ANDIROBA

Code: 220308048
Downloads
2
Views
16
Compartilhe
Título

INIBIÇÃO IN VITRO DO CRESCIMENTO MICELIAL SCLEROTINIA SCLEROTIORUM PELA AÇÃO DE ÓLEO ESSENCIAL DE ANDIROBA

Autores(as):
  • Arinaldo Pereira Silva

  • Josineide Rodrigues da Costa

  • Kaick da Silva

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220308048
    Publicado em

    02/04/2022

    Páginas

    88-94

    Capítulo

    7

    Resumo

    Sclerotinia sclerotiorum está entre os fitopatógenos mais importantes do mundo, responsável por uma doença conhecida como mofo branco ou podridão branca, em várias culturas. As práticas de controle adotadas envolvem métodos culturais, uso de defensivos e controle genético. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do óleo essencial de mamona na inibição, in vitro, do crescimento micelial de S. sclerotiorum. As concentrações de óleo de mamona 0.0, 0.2, 0.4, 0.6, 0.8 e 1% foram incorporados ao meio BDA fundente, e vertidos a seguir em placa de petri. Após resfriar, discos de micélio de 6 mm do fitopatógeno foram repicados para o centro das placas com os respectivos tratamentos. As placas foram acondicionadas em B.O.D, com fotoperíodo de 12h, de forma inteiramente casualizada. As medições do crescimento da colônia foram feitas diariamente tomando por base os dois sentidos perpendiculares da colônia. A contagem se encerrou quando o tratamento testemunha completou toda a placa de petri. Foi observado uma pequena inibição do ICM do fungo estudado, não havendo paralisação do fungo nas dosagens utilizadas neste trabalho, porém houve redução do diâmetro final das colônias.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Mofo branco, controle alternativo, Ricinus communis L.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar