INCLUSÃO DOS ALUNOS COM AUTISMO NO ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS INICIAIS

Code: 230814125
11
0
Título

INCLUSÃO DOS ALUNOS COM AUTISMO NO ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS INICIAIS

Autores(as):
  • Josiana Marins Ramos de Oliveira

    Oliveira, Josiana Marins Ramos de

  • Walmir Fernandes Pereira

    Pereira, Walmir Fernandes

  • Felipe Vitório Ribeiro

    Ribeiro, Felipe Vitório

  • Júlio César De Souza

    Souza, Júlio César de

  • Flávio Aparecido De Almeida

    Aparecido De Almeida, Flávio

DOI
10.37885/230814125
Publicado em

01/03/2024

Páginas

28-46

Capítulo

2

Resumo

O presente trabalho tem como temática a importância da inclusão dos alunos com autismo nas escolas. Tem com objetivo principal apontar a importância da capacitação e conscientização dos profissionais que atendem os anos iniciais, com a finalidade de estimular a aprendizagem e desenvolvimento dos alunos com TEA. O trabalho foi desenvolvido a partir de análise qualitativa e pesquisas bibliográficas de artigos e livros de diversos autores, em destaque Cunha, Silva e Mantoan que ressaltam que a inclusão dos alunos NEE, autistas, é direito para elas. Dessa forma para que ocorra de fato a inclusão desse grupo de crianças e fundamental que toda comunidade escolar participe desse movimento, e assim a garantia de acesso e permanência dos alunos com TEA serão atendidas. As adaptações no currículo escolar também são necessárias, contudo a formação docente numa perspectiva da inclusão aos alunos com necessidades especiais e fundamental, já que grande parte das crianças com TEA, ingressam nas escolas sem diagnóstico, cabendo então ao professor se atentar aos possíveis sinais característicos do autismo apresentados por elas, comunicando de imediato a equipe escolar para que a mesma contate e dialogue com família, e logo possam encaminhar a criança a uma junta de profissionais para avaliá-la. Sendo o autismo diagnosticado clinicamente será possível contatar um profissional de apoio especializado para realizar as intervenções e estimulações necessárias, junto ao professor regente, visando sempre no bem-estar e desenvolvimento do aluno. Entretanto percebe-se que grande parte dos docentes ainda não estão capacitados, ou seja, não conseguem identificar os sinais do autismo, o que dificulta e demora na busca do acompanhamento específico, do diagnóstico, das estimulações precoces e inclusão dos alunos na escola, sendo assim esse estudo demonstra o quanto é importante que os docentes a formação docente e o trabalho em equipe entre, escola, professores regentes e mediadores e a família.

Palavras-chave

Inclusão, Autismo, Capacitação.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.