IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE REDCAP E A CARACTERIZAÇÃO DE PARTICIPANTES DE ENSAIOS CLÍNICOS RANDOMIZADOS EM UM CENTRO DE PESQUISA

Code: 240115557
0
0
Título

IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE REDCAP E A CARACTERIZAÇÃO DE PARTICIPANTES DE ENSAIOS CLÍNICOS RANDOMIZADOS EM UM CENTRO DE PESQUISA

Autores(as):
  • Suimara Santos

    Santos, Suimara

  • Maicon Daniel Chassot

    Daniel Chassot , Maicon

  • Elisiane De Oliveira Machado

    de Oliveira Machado, Elisiane

  • Simone Thais Vizini

    Thais Vizini , Simone

  • Fabio Silva Da Rosa

    Silva da Rosa, Fabio

  • Fabiano Da Costa Michielin

    da Costa Michielin, Fabiano

  • Juciane Aparecida Furlan Inchauspe

    Aparecida Furlan Inchauspe, Juciane

  • Michelle Dornelles Santarem

    Dornelles Santarem, Michelle

  • Djulia Andriele Wachter

    Andriele Wachter, Djulia

  • Julia Piccinini

    Piccinini, Julia

DOI
10.37885/240115557
Publicado em

30/03/2024

Páginas

108-125

Capítulo

7

Resumo

Introdução: Na pesquisa clínica (PC), existe uma grande preocupação com o armazenamento e a integridade dos dados eletrônicos que assegurem a veracidade das informações. Objetivo: Implementar o software Research Electronic Data Capture (REDCap) para armazenamento de dados de estudos da área cardiovascular, conduzidos em um Centro de Pesquisa Clínica (CEPEC). Metodologia: Trata-se de um registro retrospectivo e prospectivo conduzido entre setembro de 2014 e dezembro de 2015. Um banco de dados eletrônico foi elaborado através do software REDCap a partir da padronização das variáveis conforme American College of Cardiology Foundation e American Heart Association (ACC/AHA). Os dados foram extraídos de prontuários de participantes de pesquisa com diagnóstico de doença coronariana, acompanhados pela equipe de saúde no período de 2009 a 2015. Resultados: O banco eletrônico REDCap foi composto por oito sessões: variáveis demográficas, exames diagnósticos, exames laboratoriais, fatores de risco cardiovascular (CV), comorbidades e tratamento farmacológico utilizado, e evolução dos pacientes. Cada sessão foi composta de subitens, totalizando 113 variáveis. Predominaram estudos de fase III (57,8%) e IV (36,8%) com tempo médio de seguimento de 2 ± 4 anos. Foram inseridos os dados de 490 participantes randomizados para 25 estudos, sendo 63% homens, com idade de 63 ± 10 anos, hipertensos (81,4%), dislipidêmicos (56,5%) e diabéticos (36,3%). A maioria tinha IAM prévio (72,7%) e realizou angioplastia coronariana (87,2%). Conclusão: Neste estudo, mostramos que a construção e a implementação de um banco de dados eletrônico com participantes de pesquisa com doenças cardiovasculares, através do software REDCap, foi aplicável e reprodutível na prática clínica, mostrando ser uma ferramenta de baixo custo e grande utilidade para armazenar e compartilhar dados de estudos multicêntricos de média e larga escala.

Palavras-chave

REDCap, software, pesquisa clínica.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.