EXPLORAÇÃO DO RESIDUAL DE FLUMIOXAZIN POR MEIO DE DOSES E ASSOCIAÇÕES A OUTROS HERBICIDAS EM PRÉ-EMERGÊNCIA NA SOJA

Code: 210504462
Downloads
22
Views
33
Compartilhe
Título

EXPLORAÇÃO DO RESIDUAL DE FLUMIOXAZIN POR MEIO DE DOSES E ASSOCIAÇÕES A OUTROS HERBICIDAS EM PRÉ-EMERGÊNCIA NA SOJA

Autores(as):
  • Hugo Matheus Guimarães Araújo de Mello

  • Renata Pereira Marques

  • Eduardo Moura Vieira

  • Paulo Henrique Bezerra Lima

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210504462
    Publicado em

    01/07/2021

    Páginas

    473-486

    Capítulo

    31

    Resumo

    Poucas são as informações sobre a eficiência e a seletividade do herbicida flumioxazin em altas doses ou associado a outros herbicidas com ação em pré-emergência. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência e a seletividade do flumioxazin em altas doses em associações com outras moléculas. Método: quatorze tratamentos herbicidas, sendo duas doses de flumioxazin isoladas (150 ou 200 g i.a. ha-1) e mais doze tratamentos em misturas foram aplicados no sistema “aplique-plante”. Dois experimentos similares foram realizados, um com o cultivar de soja Monsoy M7739 IPRO e outro com Brasmax Desafio 8473 RR. Calculou-se a densidade absoluta (Da) por meio da contagem das plantas daninhas em cada parcela aos 40 dias após a emergência da cultura. Avaliou-se a fitointoxicação, altura e produtividade da soja para a análise de seletividade. Resultados: a planta daninha dominante nas áreas experimentais foi Cenchrus echinatus, para a qual, todos os tratamentos testados foram pouco eficientes. Com exceção desta espécie, as demais espécies presentes foram eficientemente controladas por todos os tratamentos em ambos os experimentos. Para o cultivar Monsoy M7739IPRO, os tratamentos considerados seletivos foram flumioxazin isolado (150 ou 200 g ha-1), flumioxazin + s-metolachlor (150 + 1152 ou 200 + 2304 g ha-1) e flumioxazin + imazethapyr (150 + 106 g ha-1). Para o cultivar Brasmax Desafio 8473 RR, todos os tratamentos herbicidas foram considerados seletivos. Conclusão: a escolha dos tratamentos com flumioxazin nestas doses, isolado ou em mistura deve levar em consideração o cultivar utilizado, bem como a comunidade infestante em cada área.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Controle de plantas daninhas, Seletividade, Fitossociologia,

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar