EVOLUÇÃO DOS COMPONENTES GRAXOS NA PRODUÇÃO DE BIODIESEL DE ÓLEO DE SOJA POR TRANSESTERIFICAÇÃO ALCALINA

Code: 210404101
Downloads
5
Views
34
Compartilhe
Título

EVOLUÇÃO DOS COMPONENTES GRAXOS NA PRODUÇÃO DE BIODIESEL DE ÓLEO DE SOJA POR TRANSESTERIFICAÇÃO ALCALINA

Autores(as):
  • Benjamim Henrique de Lima e Silva

  • Amanda de Sena Gusmão

  • Marina Barros Cavalcanti

  • Suzana Pedroza da Silva

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210404101
    Publicado em

    01/07/2021

    Páginas

    204-221

    Capítulo

    16

    Resumo

    O biodiesel, um biocombustível alternativo ao diesel de petróleo, é constituído por uma mistura de ésteres monoalquílicos de ácidos graxos, sendo produzido comumente por transesterificação alcalina de oleaginosas com álcoois de cadeias curtas. Esse processo envolve efeitos de transferência de massa e de reação química. A composição de ésteres graxos do biodiesel é determinante para suas propriedades. Nesse sentido, buscou-se avaliar a evolução temporal dos ácidos graxos na fase álcool em situações reativas e não reativas. Em ambos casos, álcoois (metanol ou etanol) e óleo de soja refinado foram misturados na razão molar álcool:óleo de 6:1 e agitados à temperatura de 60 °C com velocidade de agitação de 600 rpm e cromatografia gasosa foi usada para se determinar as concentrações dos ésteres alquílicos. Nas situações reativas, hidróxido de sódio foi utilizado como catalisador na concentração de 0,5 % (m/m) em relação ao óleo. Nas situações não reativas, amostras da fase álcool foram coletadas ao longo do tempo e transesterificadas usando método analítico. Em todos os casos, amostras foram coletadas em intervalos de tempos determinados e análise comparativa da evolução temporal e dos rendimentos dos ésteres graxos individuais mostrou que os ácidos graxos em maiores concentrações na matéria-prima alcançaram maiores níveis de transferência de massa na fase álcool. Observou-se também que os ésteres de ácidos palmíticos e linoleicos foram favorecidos na transesterificação alcalina, enquanto que os de ácidos oleicos apresentaram menor reatividade.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Ácidos graxos, Biodiesel; Ésteres graxos, Soja, Transesterificação alcalina.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar