DOR NA VIRILHA DO ATLETA: PORQUE PREFERIR O TERMO INGUINOMALACIA EM SUBSTITUIÇÃO A HÉRNIA DO ATLETA?

Code: 220508957
Downloads
5
Views
19
Compartilhe
Título

DOR NA VIRILHA DO ATLETA: PORQUE PREFERIR O TERMO INGUINOMALACIA EM SUBSTITUIÇÃO A HÉRNIA DO ATLETA?

Autor(a):
  • José Martins Juliano Eustaquio

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220508957
    Publicado em

    30/06/2022

    Páginas

    44-51

    Capítulo

    3

    Resumo

    A síndrome de dor na virilha do atleta acomete com alta incidência os esportistas e, devido principalmente à complexidade anatômica da região pélvica e ao difícil manejo de suas patologias, é motivo de grande debate na comunidade científica. Uma dessas discordâncias é em relação à nomenclatura empregada na hérnia do atleta, pois não traduz a realidade quanto aos seus achados fisiopatológicos. Na prática, não há um saco herniário nessa afecção, mas uma fraqueza da parede posterior do canal inguinal e, com isso, a protusão da gordura do omento (pré-peritoneal). Nesse artigo, propõe-se a criação e utilização do termo “inguinomalacia” em substituição à “hérnia do atleta.”

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Atleta, Virilha, Hérnia.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar