DESENVOLVIMENTO VEGETATIVO E RADICULAR DE ALFACE EM DIFERENTES SUBSTRATOS: INTERFERÊNCIA DO SUBSTRATO NO DESENVOLVIMENTO DE ALFACE

Code: 210805891
Downloads
16
Views
15
Compartilhe
Título

DESENVOLVIMENTO VEGETATIVO E RADICULAR DE ALFACE EM DIFERENTES SUBSTRATOS: INTERFERÊNCIA DO SUBSTRATO NO DESENVOLVIMENTO DE ALFACE

Autores(as):
  • Fernando Carneiro Santos

  • Rafaela Montagna Terenciano

  • Maria Elisa de Sena Fernandes

  • Natália Oliveira Silva

  • Natalia Silva Assunção

  • Thyago Lima Silva

  • Flávio Lemes Fernandes

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210805891
    Publicado em

    01/10/2021

    Páginas

    215-223

    Capítulo

    14

    Resumo

    Objetivou-se verificar o desenvolvimento vegetativo e radicular de alface em diferentes substratos como, Fibra de Coco, Turfa, Casca de Pinus e Areia. O experimento foi conduzido no viveiro de mudas da Universidade Federal de Viçosa – Campus de Rio Paranaíba. Foram utilizados os cultivares de alface Crespa Grand Rapids e Alface Rainha de Maio. Os substratos utilizados foram Turfa Sphagnum (100%), Fibra de Coco (100%), Turfa Sphagnum + Areia (1:1) e Fibra de Coco + Areia (1:1). O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4 (substratos) x 2 (cultivares), com três repetições, sendo consideradas para avaliação as 4 plântulas centrais de cada parcela. Foi avaliada a porcentagem de germinação, pesagem da matéria seca, determinação do comprimento, volume, área e diâmetro radicular e massa fresca. Em relação ao parâmetro fisiológico relacionado à morfologia do sistema radicular, foi estimado: comprimento total de raízes por volume de solo (CT), volume total de raízes por volume de solo (VT), área total de raízes por volume de solo (AT), e diâmetro médio das raízes (DM). Os dados foram submetidos à análise de variância (ANAVA). Apenas os valores significativos foram desdobrados, utilizando o teste de Tukey, a 5% de probabilidade. Conclui-se que a Turfa de Sphagnum é o substrato mais adequado para a obtenção de características desejáveis como porcentagem de germinação, número médio foliar, quantidade de matéria fresca e seca, área foliar e volume total. Para todas as variáveis analisadas, a cultivar Grand Rapids foi a que apresentou o melhor resultado.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Lactuta sativa L., Germinação, Sistema radicular.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar