CRITÉRIOS CLÍNICOS DE ADMISSÃO À UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA PEDIÁTRICA: PROTOCOLO SIMPLIFICADO

Code: 200901309
35
7
Título

CRITÉRIOS CLÍNICOS DE ADMISSÃO À UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA PEDIÁTRICA: PROTOCOLO SIMPLIFICADO

Autores(as):
  • Naycka Onofre Batista

    Batista, Naycka Onofre

  • Valmin Ramos-Silva

    Ramos-Silva, Valmin

DOI
10.37885/200901309
Publicado em

24/11/2020

Páginas

232-242

Capítulo

19

Resumo

Introdução: A admissão em terapia intensiva é baseada no benefício e nareversibilidade clínica. A combinação de modelos diagnóstico e parâmetros objetivosaumenta a capacidade de avaliar cuidados intensivos. Objetivo: Descrever uminstrumento de avaliação para internação em unidade de terapia intensiva pediátrica(UTIP). Métodos: Estudo observacional, descritivo, transversal realizado em umaUTIP pública do município de Vitória, Estado do Espírito Santo, Brasil. A amostraprobabilística indicou 236 crianças, mas, foram avaliadas 608 crianças internadas naUTIP nos anos de 2011 e 2012. O preenchimento dos domínios no instrumento foirealizado por médico especialista em medicina intensiva pediátrica (PICM) com dadosdo prontuário. Os dados foram organizados e analisados no software SPSS VERSÃO21.O instrumento é composto por 5 domínios e 14 assertivas. A ocorrência de apenasum distúrbio fisiológico na avaliação do PICM representa indicação para UTIP, sendodesnecessário atribuir valores aos diferentes domínios. Os 5 domínios utilizadosforam os sistemas: 1) nervoso central, 2) respiratório; 3) cardiovascular; 4) digestivoe 5) geniturinário. Os domínios foram construídos de acordo com as Diretrizes daAmerican Heart Association para crianças graves e diretrizes relacionadas. O estudofoi aprovado pelo CEP da instituição (CAAE nº 12328313.5.0000.5065). Resultados:O instrumento foi aplicado aos prontuários de 609 crianças e identificou corretamente557 (91,4%) pacientes. Foi detectado envolvimento dos sistemas nervoso (558),cardiovascular (269), respiratório (261), digestivo (28) e renal (25). Os 8,6% restantescorrespondiam a pacientes crônicos e cuidados paliativos. Conclusão: O instrumentoproposto identificou corretamente todos os pacientes internados e com indicação deinternação em UTIP.

Palavras-chave

Admissão na UTIP; Gravidade; Prognóstico; Mortalidade; Criança.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.