CONTROLE QUÍMICO POR MEIO DE DESALOJANTES E OUTROS COMPOSTOS NAS CALDAS DE INSETICIDAS NO MANEJO DE PRAGAS

Code: 230212233
42
0
Título

CONTROLE QUÍMICO POR MEIO DE DESALOJANTES E OUTROS COMPOSTOS NAS CALDAS DE INSETICIDAS NO MANEJO DE PRAGAS

Autores(as):
  • Mariana Martins Fernandes Oliveira

    OLIVEIRA, M.M.F.

  • Caio Silva Soares

    SOARES, C. S.

  • Daniel Costa Nogueira

    NOGUEIRA, D. C.

  • Adalberto Filipe Macedo

    MACEDO, A. F.

  • Lariça Ferreira Silva

    SILVA, L. F.

  • Érick Alcides Amaral Rocha

    ROCHA, E. A. A.

  • Flávio Lemes Fernandes

    FERNANDES, F. L.

DOI
10.37885/230212233
Publicado em

31/03/2023

Páginas

44-52

Capítulo

3

Resumo

Para tomada de decisão no controle das pragas é importante a identificação do inseto, avaliando principalmente sua biologia e comportamento alimentar, para assim mensurar o dano causado no campo. O principal método de controle de insetos-praga na agricultura é o químico, com aplicação de inseticidas e faz-se necessário avaliar quais os impactos referentes a resistência desses insetos a diferentes moléculas, como também avaliar os efeitos destes inseticidas em insetos que são inimigos naturais. A mistura de inseticidas é considerada alternativa para ampliação do espectro de controle, como também na redução de custo e tempo na aplicação de inseticidas. Desalojantes na mistura de inseticidas atuam como irritante de insetos, influenciando na movimentação da praga no ambiente. Faz-se necessário mais estudos sobre o uso de desalojantes, entre outros produtos químicos com potencial desalojante para mistura de calda de inseticidas.

Palavras-chave

Praga, Manejo, Defensivos agrícolas.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.