CAROTENOIDES EM ALIMENTOS: FATORES INTERFERENTES NA BIOSSÍNTESE E ESTABILIDADE FRENTE AO PROCESSAMENTO

Code: 200800945
Downloads
42
Views
31
Compartilhe
Título

CAROTENOIDES EM ALIMENTOS: FATORES INTERFERENTES NA BIOSSÍNTESE E ESTABILIDADE FRENTE AO PROCESSAMENTO

Autores(as):
  • Carla Martino Bemfeito

  • Ana Paula Lima Ribeiro

  • Rafaela Corrêa Pereira

  • Michel Cardoso De Angelis-pereira

DOI
  • DOI
  • 10.37885/200800945
    Publicado em

    19/09/2020

    Páginas

    445-465

    Capítulo

    35

    Resumo

    Os carotenoides, além da importância nutricional, pela atividade provitamina A desempenhada por algumas moléculas, são considerados substâncias funcionais devido às suas propriedades bioativas, em especial sua atividade antioxidante. No entanto, antes de considerar a biodisponibilidade e suas reações metabólicas no organismo, é importante compreender que a funcionalidade dos carotenoides no organismo está diretamente relacionada com a disponibilidade, a acessibilidade e a estabilidade dessas substâncias nos alimentos, que podem ser influenciadas por diferentes fatores, desde o cultivo até o consumo do alimento. O entendimento de como cada um desses fatores interfere na composição de carotenoides nos alimentos pode ser útil no direcionamento de pesquisas e de práticas profissionais no âmbito agronômico, da ciência e tecnologia de alimentos e da nutrição. Considerando a ausência de materiais que reúnam e sintetizam essas informações de forma clara e objetiva, buscou-se discutir a influência de diferentes fatores sobre a biossíntese e a estabilidade dos carotenoides em alimentos frente ao processamento. A partir das discussões apresentadas, foi possível entender que as etapas de produção de alimentos, incluindo modificações genéticas, a variedade/cultivar, a localização geográfica, o clima, a temperatura ambiente, as estações do ano e as condições de cultivo, além do manuseio pós-colheita e as condições de processamento e estocagem dos alimentos, exercem grande influência no teor de carotenoides. Apesar dessas influências ainda não serem entendidas por completo, com as informações disponíveis na literatura até o momento, pode-se delinear condições otimizadas de práticas de produção e de pós-colheita que favoreçam a biossíntese e a estabilidade desses compostos, além de direcionar pesquisas e práticas profissionais que buscam avaliar, orientar e educar sobre os benefícios dessas substâncias para a saúde humana.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    substância funcional, metabólito secundário, bioacessibilidade

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar