CARBONIZAÇÃO HIDROTÉRMICA DE RESÍDUOS AGRÍCOLAS PARA DESENVOLVIMENTO DE BIOADSORVENTE PARA REMOÇÃO DE POLUENTES EM ÁGUAS CONTAMINADAS

Code: 210705356
Downloads
15
Views
20
Compartilhe
Título

CARBONIZAÇÃO HIDROTÉRMICA DE RESÍDUOS AGRÍCOLAS PARA DESENVOLVIMENTO DE BIOADSORVENTE PARA REMOÇÃO DE POLUENTES EM ÁGUAS CONTAMINADAS

Autores(as):
  • Alexandre Amado de Moura

  • Maria Angélica S. D. de Barros

  • Murilo Moises Pereira

  • Henrique Straioto

  • Wardleison Martins Moreira

  • Camila Vilas Boas de Almeida Moura

  • Leandro Amado de Moura

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210705356
    Publicado em

    01/12/2021

    Páginas

    260-269

    Capítulo

    17

    Resumo

    A utilização de materiais de fontes renováveis como matéria prima, tem se mostradoeficaz na técnica de adsorção. O resíduo gerado pela indústria sucroalcooleira tempotencial para remoção de contaminantes. Neste trabalho foi utilizado o bagaço da canade-açúcar (BC) como biocarvão para a remoção do azul de metileno (MB). Para atingiresse objetivo o BC passou pelo processo de hidrocarbonização (HTC) e tratamentotérmico em mufla a 400ºC

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Bagaço da cana-de-açúcar, Hidrocarbonização, Descarga da caldeira, Azul de metileno.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar